Rodoviária de Porto Alegre e Aeroporto Salgado Filho se adaptam à redução de viagens na pandemia

Rodoviária de Porto Alegre e Aeroporto Salgado Filho se adaptam à redução de viagens na pandemia

Previsão de passageiros que viajarão no feriadão de Natal será uma das menores dos últimos tempos

Christian Bueller

Dificuldades impostas pelo coronavírus já impactam nas expectativas de viagens

publicidade

Por conta da pandemia da Covid-19, a previsão de passageiros que viajarão durante o feriadão de Natal será uma das menores dos últimos tempos, seja por terra ou pelo ar. Ainda que mais pessoas procurem a Estação Rodoviária de Porto Alegre ou o Porto Alegre Airport-Aeroporto Internacional Salgado Filho nesta época do que em outros meses, as dificuldades impostas pelo novo coronavírus já impactaram nas expectativas quanto às viagens, tanto para o litoral gaúcho quanto para fora do Estado.

Segundo o gerente de operações da Rodoviária da Capital, Jorge Rosa, o Natal será de horários reduzidos. "Esperamos a circulação de cerca de 25 mil pessoas. Teremos em torno de 290 horários, chegando, a talvez, a 300 ao todo. Com o suporte de 85 extras. Em dezembro de 2019, a previsão era de 75 mil pessoas e, só de ônibus extras foram disponibilizados 350. É uma alteração muito grande", contou.

Rosa lembrou que nada se compara ao início da pandemia, mas as restrições necessárias para conter o avanço da Covid-19 reduziram pela metade a capacidade da Rodoviária em relação a outros anos no mês de dezembro. “Os ônibus estão saindo com meia lotação. Para cada ônibus que sai com 54 poltronas, são vendidas menos de 30 passagens. Saem dois ônibus com lotação de um”.

O gerente da Rodoviária mencionou, ainda, a medida do governo estadual sobre o número de ocupantes dos ônibus ou micro-ônibus, definido pela cor da bandeira que identifica os protocolos de distanciamento controlado de cada região. Se a bandeira está laranja, 75% dos assentos podem ser disponibilizados. “Se for vermelha, há ressalvas, ou seja, com coabitantes”. Neste caso, são 50% dos assentos na janela, mais 25% destinados a pessoas que morem na mesma casa destes passageiros, no corredor.

Foto: Fabiano do Amaral

Segundo o diretor de Transportes Rodoviários do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), Lauro Hagemann, além do controle no número de passageiros, também é averiguado se usuários e tripulantes estão com máscara de proteção. “Ainda, observamos se as medidas de higiene, que já configuravam nos decretos anteriores, estão sendo adotadas”. Quando as viagens tiverem partida, trânsito ou chegada em diferentes regiões, será aplicado o protocolo correspondente à região de bandeira mais restritiva.

Já a expectativa de passageiros entre 23 e 28 de dezembro no Porto Alegre Airport-Aeroporto Internacional Salgado Filho, é de 75 mil passageiros, tanto para chegadas quanto partidas. No mesmo período em 2019 foram movimentados aproximadamente 127 mil passageiros. Não há previsões de voos extras. No entanto, alterações podem ser solicitadas a qualquer momento pelas companhias aéreas.

A Fraport Brasil desenvolve iniciativas na prevenção e conscientização sobre o coronavírus. Uma delas é a medição de temperatura dos passageiros por câmera térmica. Em três minutos, pode medir a temperatura de 500 pessoas. É disponibilizado álcool em gel nas áreas de grande circulação de pessoas. Além disso, segundo a concessionária, a cada três minutos, 99,7% das partículas do ar que circula nas cabines das aeronaves são filtradas, por meio de um sistema chamado filtro de ar HEPA, que evita a disseminação do coronavírus durante as viagens.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895