Veranistas aproveitam dia de sol forte em Atlântida

Veranistas aproveitam dia de sol forte em Atlântida

Banhistas querem fugir da aglomeração prevista para o feriadão de Natal

Chico Izidro

Veranistas têm mantido o distanciamento social nas praias

publicidade

O sol forte, com temperatura de 22ºC e água morna e clara foi o chamariz para os poucos veranistas que decidiram ir à beira do mar nesta terça-feira, no segundo dia do verão. Se antes a ideia era de aproveitar este período pré-Natal para se banhar e dar uma caminhada, e depois retornar para suas casas, o objetivo hoje é fugir da possível aglomeração prevista para o feriadão deste final de semana. 

O casal Deise Silva e Márcio Costa chegou em Atlântida na sexta-feira passada. Eles ficam no balneário até quarta-feira, quando retornam para Porto Alegre. “Estes primeiros dias da estação estão tranquilos ainda. Sem muita gente”, comemorou Deise. 

Ela observou que os banhistas que se encontravam à beira-mar mantinham o distanciamento exigido, colocando suas cadeiras distantes das demais pessoas. “É legal ver que quem está por aqui está se precavendo”, ressaltou. “Mas na véspera do Natal vamos embora. Não quero entrar na aglomeração”, destacou. Márcio disse, por sua vez, que estava “curtindo muito esses dias, com a água muito boa para se banhar”. 

Já as amigas Juliana Marinho e Michelle Baumarte vieram de Canoas na última sexta-feira, junto com os dois filhos pequenos delas, Vicente e Guilherme, respectivamente, para descansar antes do Natal. “Mas amanhã (quarta-feira) já vamos retornar para Canoas. Não queremos tumulto, e acho o que irá acontecer neste feriadão”, afirmou Juliana, enquanto tentava não fazer barulho para não acordar o filho Vicente, de quatro anos, que dormia enrolado em uma toalha, protegido do sol por uma sombrinha.

“Desde que chegamos, este é sem dúvida o melhor dia, o mais agradável até agora”, garantiu Michelle, que está em Atlântida pela segunda vez em sua vida – ela gostou tanto da praia que este ano convidou Juliana, que não conhecia o balneário, para vir junto. E a amiga aprovou a ideia. As duas disseram que pretendem tomar ainda muitos banhos de mar e brincar bastante na areia ao lado dos meninos nestas horas que restam para terminar o mini-veraneio. 

Os dois garotos estavam adorando construir castelos de areia e fazer buracos e enchê-los de água. “Pena que não podemos ficar mais, porém a segurança em primeiro lugar”, finalizou Juliana. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895