Autoconhecimento é a chave para qualidade de vida, segundo especialista

Mudança de hábitos ajuda a obter desempenho esperado | Foto: Guilherme Almeida

Performance aprimorada e estilo de vida mais saudável passam por mudança de hábitos, pensamentos e sentimentos. Desempenho físico adquirido sob estresse pode ser prejudicial em outras áreas da vida.

Performance é uma palavra que tem se aproximado muito a um estilo de vida mais saudável e em equilíbrio. Por muito tempo esse vocabulário foi intensamente associado ao setor artístico e cinematográfico, mas aos poucos ganhou abrangência e vem sendo ligado a desempenho, rendimento, eficiência e produtividade. Na vida moderna, o tempo se tornou bem mais valioso e escasso. E, com isso, fazer mais em menos tempo tem sido o objetivo de muitas pessoas.

No entanto, como viver bem e produzir mais? Isso tem sido um dilema na atualidade. O que é então viver em alta performance? Como é possível atingir a capacidade de produzir mais em menos tempo e de aproveitar melhor os recursos internos e externos? Essa é uma busca constante de muitos seres humanos tanto nas áreas pessoais quanto nas profissionais.

De acordo com o consultor de mestre em administração em Negócios pela PUCRS, Henrique Amaral, é possível ter mais qualidade de vida e conquistar melhores resultados. Na sua avaliação, essa performance aprimorada passa, por exemplo, de pensamentos e de sentimentos. “Manter pensamentos positivos, falar coisas boas, ser grato, ler e escrever temas mais elevados nos auxiliam a viver em uma frequência que nos possibilita atrais situações e fatos na mesma proporção”, destaca Henrique Amaral.

Na avaliação de Henrique, a alta performance poderia ser traduzida como a habilidade de desempenhas-se de forma satisfatória e eficiente obtendo bons resultados. Porém, essa definição pode ser relativa aos resultados definidos, no entanto, observando suas vidas de um ângulo mais abrangente, acabam por não ter uma vida feliz e próspera como um todo, pois, às vezes, os atingem por meio de estresse e inadequações com outras áreas da vida”, analisa.

O especialista ainda questiona: “de onde vem a alegria de viver? O que pode me fazer acordar todo o dia com entusiasmo e disposição? Qual o significado de tudo o que eu faço? Qual o meu papel na minha família, empresa ou sociedade? A chave pare essas respostas abrem o tesouro para uma vida em alta performance. Ao entender quem somos, temos melhores ações, escolhas e decisões e tudo passa a ter sentido. Cada dia fica mais leve, pleno e a felicidade se torna uma rotina”, ressalta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: