Cuidados com a pele

A pele é o maior órgão do corpo humano, ela reveste todo o nosso corpo e é fundamental na defesa do organismo. É um grande manto protetor contra fungos, bactérias, produtos químicos, físicos e fatores ambientais, como o sol. Além das funções de proteção, todos concordamos que uma pele bem cuidada nos deixa mais bonitos, melhorando nossa confiança e auto-estima. Abaixo veremos algumas dicas para manter a pele bonita e saudável.

O primeiro passo para uma pele bem cuidada é a limpeza adequada. Para a pele do rosto, a higienização é recomendada duas vezes ao dia, de manhã e à noite, para evitar o acúmulo de oleosidade e resíduos. O excesso de sujeira na pele leva à oclusão dos poros, e favorece o aparecimento de cravos e espinhas, além de contribuir para o envelhecimento precoce.

 

Foto: Depositphotos AMRIGS

 

 

 

É importante utilizar sabonetes adequados para cada tipo de pele. Para peles oleosas a mistas, o ideal é optar por sabonetes a base de ingredientes adstringentes que favoreçam a remoção das impurezas e a desobstrução dos poros. No caso das peles secas e normais, o ideal são sabonetes com pH neutro.

Além da limpeza, uma boa hidratação é fundamental para a manutenção do viço e da beleza da pele, além de manter a integridade da camada de proteção cutânea e evitar problemas como descamação, ressecamento, envelhecimento precoce, irritações e infecções.

Assim, é preciso usar hidratantes adequados para cada tipo de pele diariamente. É bom lembrar que as peles oleosas também precisam de hidratação. Nesse caso, recomenda-se usar um produto livre de óleo, à base de água e que não aumente a oleosidade.

Além do uso de produtos específicos, recomenda-se a ingestão diária de, no mínimo, dois litros de água e de frutas e verduras ricas em fibras. Evitar o uso excessivo de sabonetes, buchas, banhos muito quentes e prolongados e esfoliações repetidas também é fundamental para manter a boa hidratação da pele.

 

 

 

Depositphotos AMRIGS50

A exposição excessiva ao sol deve ser evitada pois além de desidratar, a radiação tem efeito cumulativo e pode provocar diversas alterações, como o surgimento de pintas, sardas, manchas, rugas e outros problemas. A exposição solar em excesso também pode causar queimaduras, envelhecimento precoce, tumores benignos e malignos.

Ao sair ao ar livre, procure ficar na sombra, principalmente no horário entre 10 e 16 horas. Use sempre protetor solar com fator de proteção solar (FPS) 30 ou maior. O produto deve ser aplicado ainda em casa, e reaplicado ao longo do dia, a cada duas horas, se houver muita transpiração ou exposição solar prolongada. O filtro solar deve ser usado todos os dias, mesmo quando o tempo estiver frio ou nublado, pois a radiação ultravioleta atravessa as nuvens.

É importante lembrar que, além do filtro solar, é preciso cobrir as áreas expostas com roupas apropriadas, preferencialmente de algodão ou com tecidos específicos que incluam proteção solar. O uso de chapéu de abas largas e óculos escuros complementam a estratégia de proteção.

Os cuidados básicos devem ser realizados diariamente pois mantendo a pele limpa, hidratada e protegida do sol, estamos atuando a favor do embelezamento da pele e auxiliando na manutenção da saúde do nosso manto de proteção, evitando problemas e promovendo uma vida mais saudável. Por isso é importante consultar um médico dermatologista regularmente para a avaliação, prevenção e quando necessário, a utilização de tratamentos individualizados para cada tipo de pele.

Dra. Gabriela Hertz Soares : CRM 33931 – Especialista em Dermatologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: