capa

Cuidados no outono

Especialista destaca que é preciso adotar algumas medidas para evitar o desenvolvimento de problemas de saúde nesta época do ano

Por
Correio do Povo

Cuidados especiais auxiliam na prevenção e manutenção da saúde

publicidade

As trocas das estações do ano, especialmente o outono, que marca a transição do clima mais quente para o mais frio, são caracterizadas por oscilação nas temperaturas. Às vezes, é possível sentir a presença de todas as estações em um único dia. Essas mudanças abruptas fazem com que as pessoas fiquem mais suscetíveis às doenças, de acordo com o coordenador dos cursos da área da Saúde do Senac, Adalvane Nobres Damaceno, que é graduado em Enfermagem, possui especialização, além de ser doutorando na área. 

Apesar desse cenário, o especialista destaca que é preciso adotar algumas medidas para evitar o desenvolvimento de problemas de saúde. Entre as dicas está higienizar as roupas de cama, mesa e banho. 

Conforme ele, esses utensílios são o habitat de micro-organismos e, por isso, é importante realizar a limpeza de cada um deles, visto que isso pode contribuir para evitar crises alérgicas. Lavar o nariz todos os dias também auxilia na prevenção. “A limpeza com soro fisiológico ajuda na remoção de impurezas e secreções, bem como a diminuir crises de asma, bronquite e outras alergias, prevenir amigdalite, faringite e otite e aliviar dores de cabeça”, explica. E complementa: “Sinais de nariz entupido, olhos lacrimejantes, comichão na garganta e ouvidos são alguns dos sintomas comuns no início da estação. Desse modo, as alergias respiratórias, se não controladas, podem favorecer o desenvolvimento de infecções graves da via respiratória, por exemplo, a pneumonia. Para evitar as crises alérgicas, a principal recomendação é se afastar das fontes alérgicas e reforçar as defesas imunitárias”, ressalta. 

Conforme Damaceno, praticar atividade física regularmente e manter uma alimentação equilibrada com consumo de frutas e legumes é uma atitude positiva que pode ser adotada pelas pessoas. “Esses alimentos são fonte abundante de vitaminas e antioxidantes que reforçam a imunidade, com destaque para as vitaminas C, A, E e as do Complexo B. Também destaco o uso do mel, que reforça a imunidade, o alho, que é um antibactericida e limpa o organismo, além, é claro, de beber muita água, para manter o corpo hidratado e eliminar toxinas”, salienta. O coordenador lembra que uma dieta balanceada, aliada a pequenos cuidados, já contribui muito para manter a saúde em alta. Para isso, é preciso estar atento e ter uma dose extra de dedicação.