Correio do Povo | Notícias | Abraccine repudia veto a filme no Festival de Cinema Fantástico do Rio

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 16 de Dezembro de 2018

  • 23/07/2011
  • 17:00
  • Atualização: 17:17

Abraccine repudia veto a filme no Festival de Cinema Fantástico do Rio

Exibição de longa sérvio foi proibida e cópia, apreendida

  • Comentários
  • Marcos Santuário / Correio do Povo

A Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) lançou nota de repúdio ao veto à projeção do longa-metragem “A Serbian Film – Terror sem Limites”, do diretor sérvio Srdjan Spasojevic, que integrava a programação do RioFan – Festival de Cinema Fantástico do Rio de Janeiro. Após ter exibição remarcada devido ao veto da Caixa Econômica Federal, a 1ª Vara da Infância e da Juventude do Rio de Janeiro proibiu a exibição que ocorreria neste sábado, às 22h, no Cine Odeon, e apreendeu a cópia.

Na noite dessa sexta-feira, um oficial de justiça foi ao cinema, localizado no Centro do Rio de Janeiro, com um mandado de apreensão da cópia do longa-metragem. "Recebi uma ligação do Grupo Estação [administrador do Cine Odeon] dizendo que um ofcial de justiça interrompeu a sessão anterior à nossa para apreender a cópia do longa", afirmou Raffaele Petrini, distribuidor da Petrini Filmes. "Fui para o cinema correndo e tentei argumentar com ele se havia assistido ao filme, se tinha projetor em 35mm para exibi-lo e avaliá-lo. Garanto que ninguém assistiu ao filme".

O mandado de apreensão foi expedido pela juíza Katerine Jatahy Nygaard, da 1ª Vara da Infância, Juventude e Idoso do Rio de Janeiro, a partir de uma ação ajuizada pelo diretório regional do partido DEM (Democratas). O texto da ação diz que "O filme apresenta cenas de incesto (com imagens de criança de cinco anos sendo violentada sexualmente pelo pai) e violência a granel". Petrine questiona o texto da ação: "é curioso que tenha sido usado o termo 'violência a granel', pois é o mesmo termo utilizado na reportagem da Folha de São Paulo"

No Brasil, a polêmica esquentou após o diretor Srdjan Spasojevic conceder entrevista à Folha. Três dias depois, a assessoria de imprensa da Caixa Econômica Federal (CEF) lançou um comunicado dizendo que vetou a exibição na Caixa Cultural. Os organizadores decidiram manter o horário, mas mudar o local para o Cine Odeon.

Mesmo com a proibição pela Justiça, está sendo organizado um protesto online na hora em que estava prevista a exibição no Cine Odeon. “Para que, além do protesto simbólico, pensemos em que atitudes tomar para que nenhum rastro de censura tenha espaço nesse país”, diz a mensagem que circula pelo Facebook.


Bookmark and Share


TAGS » Cinema, Variedades