Porto Alegre, quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

  • 02/03/2014
  • 00:08
  • Atualização: 00:42

Imperatriz arrepia com paradinhas no Porto Seco

Escola teve problemas com falta de fantasias em algumas alas

Imperatriz arrepia com paradinhas no Porto Seco | Foto: Samuel Maciel

Imperatriz arrepia com paradinhas no Porto Seco | Foto: Samuel Maciel

  • Comentários
  • Correio do Povo

Primeira escola do grupo especial a entrar na avenida neste sábado, a Imperatriz Dona Leopoldina agitou o público com as longas paradinhas da sua bateria. Os cerca de 1,8 mil integrantes cantaram o enredo inspirado na Coluna Prestes: “A Marcha da Imperatriz Prestes a Encontrar Luís”. A escola foi à avenida dividida em 16 alas e contou com quatro carros alegóricos.

Se fez sucesso junto ao público nas arquibancadas, que cantou a plenos pulmões o tema durante as paradinhas, a Imperatriz deve ser descontada por conta de problemas como falta de fantasias e adereços em algumas das alas. “Tivemos alguns probleminhas, mas servem para a gente aprender. Nem sempre conseguimos acompanhar tudo de perto e nós, mulheres, somos ainda mais exigentes. Mas vai trazer ensinamento”, reconheceu a presidente Juciane Afrausino.

A escola encerrou o desfile pouco depois da meia-noite. Embaixadoes do Ritmo, Acadêmicos de Gravataí, Império da Zona Norte e Imperadores do Samba são as outras escolas que fecham a segunda noite de desfiles no Porto Seco.






Bookmark and Share