Correio do Povo

Porto Alegre, 22 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
20ºC
Amanhã
14º 23º


Faça sua Busca


Arte & Agenda > Variedades

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

02/03/2014 11:56 - Atualizado em 02/03/2014 12:03

Quatro escolas são favoritas ao título em Porto Alegre

Carnaval deve ser decidido no detalhe pelos jurados na terça-feira

Acadêmicos de Gravataí é uma das favoritas em Porto Alegre
Crédito: Samuel Maciel

Se os jurados não surpreenderem, novamente o Carnaval de Porto Alegre será decidido no detalhe. Assim como na madrugada de sábado, quando a União da Vila do IAPI e Estado Maior da Restinga deixaram a passarela do Porto Seco como favoritas, no domingo Acadêmicos de Gravataí e Imperadores do Samba também se destacaram e são fortes candidatas ao título do grupo especial.

Responsável por abrir a segunda noite de apresentações, a Imperatriz Dona Leopoldina fez uma homenagem aos 90 anos da Coluna Prestes, aproveitou para trazer à tona os protestos que ocorrem no Brasil desde o ano passado e ganhou a simpatia de grande parte das mais de 10 mil pessoas que estavam na arquibancada com o refrão “o gigante acordou, vem pra rua”, referindo-se às manifestações.

Através da Maria Fumaça, a Embaixadores do Ritmo, segunda agremiação que se apresentou, fez com que os espectadores viajassem de Porto Alegre para a Serra e conhecessem a história dos municípios de Carlos Barbosa, Bento Gonçalves e Garibaldi. Com danças típicas da região, além do samba, a escola levou descendentes de italianos à avenida e tentou superar problemas em um dos carros alegóricos que quebrou ainda na concentração.

Inspirada no Festival Folclórico de Parintins a Acadêmicos de Gravataí mostrou partes da lendas do Norte do Brasil, através de um desfile empolgante, coeso que retratou a fauna e flora da Amazônia e a disputa entre o Boi Caprichoso e o Boi Garantido. Com belas alegorias e fantasias, a Onça Negra proporcionou à plateia um dos desfiles mais envolventes da noite.

Penúltima escola da noite, mesmo com risco, a Império da Zona Norte usou todos os 70 minutos que tinha disponível para cruzar a avenida e precisou apressar o passo para vencer o tempo o que pode resultar em prejuízo na avaliação da evolução.. Durante o percurso, com destaque para bateria e as danças sincronizadas, foi contado a história da cidade de Taquari.

Segunda colocada no ano passado e determinada a vencer a competição em 2014, a Imperadores do Samba levou para o Porto Seco as fases da vida do escritor Luis Fernando Veríssimo e deu sobrevida para personagens criados por ele, que participou do desfile no último carro da escola da Zona Sul. Mesmo com carro alegórico que fazia parte da comissão de frente quebrado, a escola tentou superar o problema. Com o recurso da paradinha da bateria, os puxadores da escola estimularam que as pessoas presentes nas arquibancadas pudessem cantar com empolgação os refrões do samba.

Penalidades

Ainda sem a avaliação dos desfiles da madrugada deste domingo duas escolas já foram penalizadas pelos jurados. Forte candidata ao rebaixamento, a Imperatriz Leopoldense foi penalizada em 18,5 pontos e a Samba Puro tem débito de 12,7 pontos.

De acordo com regulamento, a agremiação do Vale do Sinos recebeu as sanções em razões de atrasos na pré-concentração, concentração e no início do desfile, não obediência ao número mínimos de carros, poucos integrantes na bateria e por ter finalizado a apresentação antes do tempo estabelecido. Já a Samba Puro também teve desconto por atrasos a atrasos na pré-concentração, concentração e por terminar o percurso depois do tempo permitido.

Apuração

As escolas campeãs do Carnaval de Porto Alegre serão conhecidas na tarde da próxima terça-feira. A apuração ocorrerá no Complexo Cultural do Porto Seco e poderá contar com a presença das torcidas. Os desfiles das vencedoras ocorrerá no sábado de noite.

Durante o encontro, serão divulgadas as notas de quesitos como Bateria, Harmonia, Samba-enredo, Enredo, Fantasia, Evolução, Alegorias e Mestre-Sala e Porta-Bandeira. Entre as novidades do processo, existe o fato de que haverá um jurado a mais por quesito. Desta forma, são quatro avaliadores. A nota mais baixa será descartada de cada agremiação.

Desta vez, conforme regulamentado, haverá o descenso de duas das 11 escolas do Grupo Especial e ascenso de apenas uma do Intermediário A. O Grupo A, hoje com sete agremiações, rebaixará duas escolas para o Acesso, de onde receberá apenas uma. Haverá, ainda, desclassificação da última colocada do Grupo de Acesso.







Bookmark and Share

Fonte: Wagner Machado / Correio do Povo






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.