Porto Alegre, terça-feira, 21 de Outubro de 2014

  • 08/05/2014
  • 20:37
  • Atualização: 21:20

Angelina Jolie chama de impunidade sequestro de nigerianas

Atriz vai co-presidir reunião em Londres sobre a luta contra a violência sexual em conflitos

Angelina Jolie chama de impunidade sequestro de nigerianas  | Foto: Carl Court / AFP / CP

Angelina Jolie chama de impunidade sequestro de nigerianas | Foto: Carl Court / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

No lançamento do filme “Malévola” em Londres, Angelina Jolie chamou de “impunidade” o sequestro de 200 meninas na Nigéria. Em junho, a atriz vai co-presidir uma reunião na capital do Reino Unido sobre a luta contra a violência sexual durante conflitos.

"Estes homens pensam que podem abusar destas meninas desta forma, vendê-las, estuprá-las, considerá-las como se fossem sua propriedade, porque muitas pessoas fizeram o mesmo no passado sem serem punidas", disse a atriz ao canal Sky News.

Ela deve presidir ao lado do secretário de Relações Exteriores britânico, William Hague, a “Cúpula Mundial para o fim das violências sexuais em conflitos”, em Londres, de 10 a 13 de junho. Na reunião, apresentada pelo Foreign Office como a mais importante já organizada sobre o tema, estarão presentes especialistas militares e jurídicos, representantes de governos, ONGs, assim como membros da sociedade civil.

"Uma das coisas pelas quais nós trabalhamos incessantemente é não só fazer tudo o que for possível para levar essas meninas de volta para suas casas, mas fazer com que crimes como este não se reproduzam", declarou a atriz que também é embaixadora da boa vontade do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur).

Bookmark and Share