Porto Alegre, quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

  • 26/05/2014
  • 15:25
  • Atualização: 15:38

Seis gaúchos são selecionados pelo Rumos Cultural 2014

Projetos de Porto Alegre e Canoas foram contemplados no edital que apoiará em R$ 11 milhões os projetos

Mesa de anúncio dos selecionados com Aninha Fátima de Souza, diretor Eduardo Saron e o crítico teatral Valmir Santos | Foto: Luiz Gonzaga Lopes / Especial / CP

Mesa de anúncio dos selecionados com Aninha Fátima de Souza, diretor Eduardo Saron e o crítico teatral Valmir Santos | Foto: Luiz Gonzaga Lopes / Especial / CP

  • Comentários
  • Luiz Gonzaga Lopes / Correio do Povo

O Itaú Cultural divulgou no final da manhã desta segunda-feira em sua sede, em São Paulo, os 104 selecionados da 16ª edição do Programa Rumos Itaú Cultural 2014. O programa tem 17 anos de existência e inaugura com este edital uma nova fase de mapeamento, difusão e apoio à produção cultural brasileira. Conforme o diretor do programa, Eduardo Saron, foi abandonado o modelo tradicional de patrocínio, baseado em regras definidas pela instituição e limitação a áreas de expressão estanques, para apostar em um modelo aberto em que artistas, produtores e pesquisadores definem as regras do jogo com o patrocinador.

Os seis projetos gaúchos selecionados são “Descobrindo o Acervo Musical de Octávio Dutra”, da Guarujá Produções, de restauração, catalogação e digitalização da obra do maestro para disponibilização pública; “Como Rasurar a Paisagem”, de Mayra Martins Redin, de residência artística para artistas visuais e escritores entre Tavares (RS) e Cascavel (CE); “Revelando Acervos”, da Fundação Vera Chaves Barcellos, de higienização, catalogação, pesquisa, digitalização e disponibilização do acervo documental e artístico; o filme “Até o Caminho”, da Tokyo Filmes, para a produção de um longa de ficção; “tranS(obre)por, de Marcelo Armani, de Canoas, com pesquisa e mapeamento da paisagem sonora local e a criação de uma técnica de instalação sonora; e “Práticas Contemporâneas da Teoria do Mover-se (ou 10 diálogos sobre situações de errância, de Michelle Farias Sommer, de pesquisa curatorial sobre o estar em trânsito, errância de 10 artistas em diálogo com 10 críticos de arte.

Segundo Eduardo Saron, o programa ampliou sua abrangência. Além de patrocinar projetos tradicionais, que resultarão em obra a ser exposta ao público, como ocorria nos editais anteriores, o programa ganhou nova dimensão e terá entre os contemplados uma extensa e variada gama de experimentos e iniciativas que incluem pesquisa, organização de residências e seminários, circulação de repertório, documentação, desenvolvimento de plataformas e softwares, entre outras propostas.

Houve selecionados de 20 estados brasileiros e mais Distrito Federal, inclusive de Espanha e Argentina. O projeto argentino também envolve músicos gaúchos. Chama-se “Músicas del Sur 2014: ¿Arte la Patria Grande?”, do produtor argentino Carlos Villalba, será de circulação de repertório, produção de obra e residência entre músicos brasileiros (muitos gaúchos), argentinos e uruguaios, ainda este ano em São Paulo. A lista completa dos selecionados e informações estão no http://novo.itaucultural.org.br.

Bookmark and Share


TAGS » Variedades