Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 09/06/2014
  • 09:36
  • Atualização: 10:07

Ópera será encenada em frente ao Palácio Piratini

Espetáculo é homenagem ao legado açoriano ao Rio Grande do Sul

Obra é uma homenagem ao legado açoriano ao Rio Grande do Sul | Foto: Maria Luiza de Mello / Divulgação / CP

Obra é uma homenagem ao legado açoriano ao Rio Grande do Sul | Foto: Maria Luiza de Mello / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Será apresentada nesta segunda-feira às 20h, em frente ao Palácio Piratini, em Porto Alegre a "Ópera Açoriana - Os Descendentes de Atlântida". A obra é uma homenagem ao legado açoriano ao Rio Grande do Sul.

Uma nau voadora que sobrevoará o Palácio Piratini representa a chegada do povo açoriano ao Estado, e o espírito aventureiro dessas pessoas em sua relação com o mar. A luta com a natureza, devido aos constantes tremores de terra, e o forte sentido de solidão dessas nove ilhas cercadas por um imenso oceano, foram traduzidos por nove bailarinas, que se apresentarão sobre nove andaimes que formam "ilhas dançantes".

A representação do pássaro açoriano, símbolo e origem do nome das ilhas, se dá na ousadia de belos voos de rapel cênico, para personificar o espírito aventureiro e desbravador desse povo. A poesia da língua portuguesa é preservada no tratamento narrativo com referências na própria literatura açoriana.

A "Ópera Açoriana" é uma performance de forte impacto visual, com textos baseados na literatura açoriana, resgatando uma influência que ajudou a formar a identidade do Estado. A crença em serem herdeiros do povo de Atlântida dá o tom fantástico à encenação.

Bookmark and Share