Porto Alegre

15ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 23 de Julho de 2017

  • 01/07/2012
  • 20:31
  • Atualização: 21:26

Jô marca e Grêmio amarga derrota para o Atlético-MG

Tricolor levou 1 a 0 e perdeu a chance de assumir a vice-liderança do Brasileirão

  • Comentários
  • Bernardo Bercht / Correio do Povo

O Atlético-MG azedou a estreia de Zé Roberto no Grêmio neste domingo. Bernard liderou a vitória de 1 a 0 da equipe mineira em pleno estádio Olímpico, ao fazer bela jogada e entregar para Jô mandar para as redes. Apesar da derrota, o Grêmio segue na quinta colocação do Brasileiro, com 12 pontos, igualado com São Paulo, Inter e Flamengo, mas com melhor saldo. O Atlético-MG assume a liderança do campeonato, com os mesmos 16 pontos do Vasco.

O primeiro tempo ficou dividido claramente em duas partes. Na primeira, que se estendeu até os 16 minutos, o Grêmio teve amplo domínio sobre um ferrolho armado pelo técnico Cuca. Apesar de tocar bem a bola e não dar chances, o Tricolor não conseguiu criar oportunidades claras de gol. Depois, o Atlético-MG mudou de postura e acabou abrindo o placar na qualidade individual de Bernard.

Antes de sofrer o gol, o Grêmio teve a chance de abrir o placar com Marcelo Moreno, aos 10 minutos. Zé Roberto foi lançado por Moreno, segurou e cruzou de volta para o boliviano chutar. No último momento, porém, a zaga prensou a jogada. Aos 21, o recém-contratado teve nova participação importante. Ele cortou o lateral do Galo lindamente na cobrança curta de falta e rolou para Fernando que tentou o chute cruzado, mas a bola subiu demais.

O castigo chegou quatro minutos depois, em linda jogada de Bernard. O garoto chapelou dois jogadores do Grêmio e tocou para Jô fulminar de voleio, na pequena área, sem chances para Marcelo Grohe. Logo depois, Moreno teve nova chance, agora de empatar, mas brilhou o goleiro Giovani. A bola foi alçada na área, o centroavante desviou de cabeça e o goleirão se esticou todo para desviar em escanteio.

Ainda houve tempo para Kléber criar grande oportunidade para o Tricolor. Ele driblou dois zagueiros na esquerda, deixou Rafael Marques sentado e rolou para a pequena área. Zé Roberto se atirou para volear, mas a zaga conseguiu afastar.

Mudanças na segunda etapa

Luxemburgo tentou dar mais opções ofensivas ao time, sacando Léo Gago e colocando Rondinelly para a segunda etapa. Edilson também foi trocado e deu lugar a Tony. Logo aos 7 minutos, Rondinelly participou de boa jogada ofensiva.

Ele lançou Kléber, que encontrou Zé Roberto no meio. Livre na frente da área, ele colocou por cima do goleiro visando o ângulo, mas a bola desviou demais. Logo depois o Galo deu a resposta e Marcelo Grohe fez a primeira defesa de cinco intervenções importantes na segunda etapa.

Primeiro foi uma cobrança de falta de Ronaldinho. A bola saiu com muito veneno, no canto direito, mas Grohe voou para espalmar. Aos 22 minutos, foi ele novamente a evitar que o Atlético ampliasse. Ronaldinho puxou bela jogada. Ele escapou de Anderson Pico e rolou para Bernard. O garoto achou Jô livre na área. O centroavante preparou o foguete, mas Grohe se posicionou bem para espalmar.

Luxemburgo foi para o tudo ou nada e sacou o volante Fernando para colocar André Lima na equipe. A estratégia de três atacantes, porém, ruiu em minutos com a expulsão de Anderson Pico. O lateral dividiu bola na intermediára e sua mão sobrou involuntariamente no rosto do adversário. Mesmo assim, o árbitro deu cartão vermelho direto para o jogador.

Aí veio a pressão do Atlético e Grohe fez mais duas belas defesas para segurar o placar. Curiosamente, as oportunidades foram desperdiçadas pelo meia Escudero, ex-Grêmio. O argentino ficou frente a frente com o goleiro duas vezes, mas o substituto de Victor levou a melhor em ambos os lances. Aos 44min, Moreno ainda tentou um chute de fora da área, mas a bola foi direto para as mãos de Giovani.

Brasileirão - 7ª rodada

Grêmio 0

Marcelo Grohe; Edilson (Tony), Vilson, Gilberto Silva e Anderson Pico; Fernando (André Lima), Souza, Léo Gago (Rondinelly) e Zé Roberto; Kleber e Marcelo Moreno. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Atlético-MG 1

Giovanni; Danilinho (Escudero), Rafael Marques, Leonardo Silva e Júnior César; Pierre, Leandro Donizete, Serginho (Mrcos Rocha) e Ronaldinho; Bernard (Richarlyson) e Jô. Técnico: Cuca

Gol: Jô (26min/1ºT)

Cartões amarelos: Vilson e Fernando (G); Serginho, Leandro Donizete e Jô (A)

Cartão vermelho: Anderson Pico

Arbitragem: Paulo César Oliveira (Fifa/SP), com Emerson Augusto Carvalho (Fifa/SP) e Anderson Moraes Coelho (SP)

Local: estádio Olímpico

Público total: 34.550

Bookmark and Share

     Ouça o áudio: Ouça o gol da partida (Rádio Guaíba)