Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
19ºC
Amanhã
13º 22º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Brasileirão

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

08/12/2013 21:11 - Atualizado em 08/12/2013 21:18

MP de Santa Catarina nega orientação para impedir polícia em estádio

Briga de torcidas no jogo entre Atlético-PR e Vasco deixou três torcedores em coma

Briga de torcidas no jogo entre Atlético-PR e Vasco deixou três torcedores em coma<br /><b>Crédito: </b> Paulo Sérgio / Lancepress! / CP
Briga de torcidas no jogo entre Atlético-PR e Vasco deixou três torcedores em coma
Crédito: Paulo Sérgio / Lancepress! / CP
Briga de torcidas no jogo entre Atlético-PR e Vasco deixou três torcedores em coma
Crédito: Paulo Sérgio / Lancepress! / CP

O Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC) emitiu nota na noite deste domingo em que nega que tenha feito qualquer recomendação para proibir que a polícia militar trabalhasse na Arena Joinville na partida entre Atlético-PR e Vasco. O jogo ficou parado por mais de uma hora porque torcedores das duas equipes entraram em confronto nos minutos iniciais.

"O Ministério Público de Santa Catarina informa que não fez nenhuma Recomendação ou Ação que impeça a Polícia Militar (PM) de atuar no interior do estádio Arena em Joinville", destacou o MP no documento.

Em Santa Catarina, os torcedores protagonizaram cenas de barbárie e violência e o saldo foi de três pessoas em coma. A segurança da partida estava sendo feita por uma empresa particular. A polícia, que estava fora do estádio, demorou alguns minutos até intervir. Com o jogo parado, um helicóptero da PM pousou no campo para resgatar dois torcedores. Eles foram levados ao hospital, em estado grave.


Bookmark and Share

Fonte: Correio do Povo e Lancepress







O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.