Correio do Povo

Porto Alegre, 20 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
24ºC
Amanhã
18º 27º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Brasileirão

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

09/12/2013 07:45 - Atualizado em 09/12/2013 08:04

Aldo Rebelo defende banimento e prisão de envolvidos em briga

Ministro do Esporte disse que haverá discussão sobre presença da polícia nos estádios

Torcedores de Atlético-PR e Vasco brigaram na Arena Joinville<br /><b>Crédito: </b> Paulo Sérgio / LancePress / CP
Torcedores de Atlético-PR e Vasco brigaram na Arena Joinville
Crédito: Paulo Sérgio / LancePress / CP
Torcedores de Atlético-PR e Vasco brigaram na Arena Joinville
Crédito: Paulo Sérgio / LancePress / CP

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, defendeu a aplicação das penas mais rígidas do Estatuto do Torcedor aos envolvidos na pancadaria deste domingo, que interrompeu a partida entre Atlético-PR e Vasco, na Arena Joinville, em Santa Catarina. O Furacão venceu o jogo por 5 a 1, garantiu vaga na Copa Libertadores do ano que vem e confirmou o rebaixamento do Cruz-Maltino.

• Polícia identifica pelo menos três envolvidos na briga

Em nota, Rebelo condenou "a violência que tomou conta das arquibancadas" e acrescentou que "os responsáveis devem ser identificados e punidos, cumprindo-se o Estatuto, que prevê penas de reclusão e de banimento dos estádios aos torcedores que cometerem atos de violência".

Segundo o ministro, haverá uma discussão com o Conselho Nacional do Ministério Público para um entendimento comum sobre a presença da Polícia Militar no interior dos estádios de futebol. Por causa da briga, o jogo ficou parado por mais de uma hora. Três torcedores já foram detidos.

Bookmark and Share


Fonte: Lancepress







O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.