Correio do Povo

Porto Alegre, 19 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
23ºC
Amanhã
15º 24º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Grêmio

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

29/12/2013 17:10 - Atualizado em 29/12/2013 17:22

Grêmio cogita deixar novo CT da Arena ainda antes do término

Dirigente relata que obra no Humaitá foi mal avaliada e prevê uso de estrutura em Eldorado

Dirigente relata que obra no Humaitá foi mal avaliada e prevê uso de estrutura em Eldorado<br /><b>Crédito: </b> Rodrigo Fatturi / Grêmio Oficial / CP
Dirigente relata que obra no Humaitá foi mal avaliada e prevê uso de estrutura em Eldorado
Crédito: Rodrigo Fatturi / Grêmio Oficial / CP
Dirigente relata que obra no Humaitá foi mal avaliada e prevê uso de estrutura em Eldorado
Crédito: Rodrigo Fatturi / Grêmio Oficial / CP

O Centro de Treinamentos Humaitá do Grêmio, que está sendo construído em frente à Arena, pode pouco tempo depois de ficar pronto já deixar de ser utilizado pelo clube gaúcho. Pelo menos é o que afirma o presidente em exercício do clube, Romildo Bolzan Junior. Ele relatou, em entrevista à Rádio Bandeirantes, que a área foi mal avaliada e que a ideia atual é valorizar o Centro de Treinamentos de Eldorado do Sul, a cerca de 20 quilômetros de Porto Alegre, atualmente utilizado exclusivamente para as categorias de base.

A obra do CT do Humaitá, próxima das rodovias BR 290 e BR 448, ainda não está acabada e vai custar, no total, cerca de R$ 14 milhões. O último montante de recursos será liberado após a assinatura do novo contrato entre clube e OAS para gestão da Arena, o que deve ocorrer nos primeiros dias de janeiro. Desta forma, a estrutura tem previsão de conclusão para março.

"O Grêmio paga uma locação naquela área. Tecnicamente, não é o local adequado e fica na saída da BR 448", definiu Bolzan. "É uma locação que se paga mensalmente e trabalhamos para doação definitiva. Mas o Governo do Estado coloca alguns encargos. Não é vantajoso a nós neste momento", acrescentou o presidente interino.

Ele acredita que a melhor alternativa é trabalhar com  o atual campo de treinos do Tricolor. "Estamos com uma ideia aprofundada de fazer a revalorização e colocação do elenco profissional e da base no CT de Eldorado do Sul, tornando o CT Humaitá mais um valor agregado ao clube, mas para outras questões que possam ser utilizadas adequadamente", explicou.

Para Bolzan Júnior, a gestão anterior do Grêmio, ao assinar com a OAS, não analisou bem o local. "O CT é uma obra que tecnicamente, naquela localização, não teve avaliação adequada. Todo dinheiro que foi investido ali, se tivesse sido investido em Eldorado, onde o Grêmio tem um espaço fantástico, poderia projetar a ocupação da base e do profissional", relatou o dirigente. O CT do Humaitá foi idealizado na gestão do presidente Paulo Odone. Para quem, indiretamente, recaem as críticas.

O clube gaúcho irá, em breve, fazer sua mudança definitiva para a Arena. Após a assinatura do novo contrato com a OAS, o Tricolor tem 90 dias para deixar o Olímpico e rumar sua parte administrativa para a nova casa. A implosão do estádio ainda não tem data definida.


Bookmark and Share


Fonte: Lancepress







O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.