Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
12ºC
Amanhã
16º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Copa do Mundo

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

04/01/2014 09:13 - Atualizado em 04/01/2014 09:16

BM terá 682 homens na Força Nacional durante a Copa

Tropa de 10 mil PMs vai conter protestos violentos nas sedes do Mundial

BM terá 682 homens na Força Nacional durante a Copa<br /><b>Crédito: </b> Cristophe Simon / AFP / CP
BM terá 682 homens na Força Nacional durante a Copa
Crédito: Cristophe Simon / AFP / CP
BM terá 682 homens na Força Nacional durante a Copa
Crédito: Cristophe Simon / AFP / CP

A Brigada Militar vai aguardar a convocação oficial dos 682 policiais militares já capacitados pela Força Nacional de Segurança Pública para ingressar na tropa de choque de 10 mil homens que atuarão nas 12 cidades-sede dos jogos da Copa do Mundo, incluindo Porto Alegre. O objetivo é conter os protestos violentos. Caso não seja necessário o envio desses brigadianos, o subcomandante-geral da BM, coronel Silanus Mello, pretende aproveitá-los mesmo assim no Mundial devido à qualificação obtida nos cursos da Força Nacional.

Mello lembrou que a segurança da Copa contará com cerca de 480 PMs dos Pelotões de Operações Especiais ligados ao Comando de Policiamento da Capital, Comando de Policiamento Metropolitano e CRPO Vale do Sinos. Esse contingente foi treinado para controlar distúrbios civis. Ele planeja que outros Pelotões dos CRPOs no Interior recebam a capacitação em tempo hábil.

O subcomandante-geral da BM destacou a participação dos Batalhões de Operações Especiais, com sedes em Porto Alegre, Passo Fundo e Santa Maria, para reforçar a segurança do evento com um efetivo em torno de 600 PMs. Além dos riscos de atos de vandalismo e violência, o coronel está preocupado com a vinda dos torcedores das seleções que jogarão na Capital.

A Força Nacional é comandada por um gaúcho, o tenente-coronel Alexandre Augusto Aragon, da BM. Constituída em maio de 2007, reúne PMs de todos os estados e atuam como uma força reserva de emergência. A secretária nacional de Segurança do Ministério da Justiça, Regina Miki, acredita que falta à Força ser agora reconhecida como um programa permanente. A tropa especial teria assim quadro de pessoal e carreira próprios.

Bookmark and Share

Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.