Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 07/01/2014
  • 19:40
  • Atualização: 19:57

Mascote da Copa do Mundo começa a ser produzido na China

Em apenas uma das fábricas responsáveis, espera-se produzir quase 6 mil por dia

Mascote da Copa do Mundo começa a ser produzido na China | Foto: AFP / CP

Mascote da Copa do Mundo começa a ser produzido na China | Foto: AFP / CP

  • Comentários
  • Lancepress

O boneco pode ser brasileiro, mas o ritmo é chinês. O mascote da Copa do Mundo de 2014, o Fuleco, começou a ser produzino na China. Localizada em Tianchang, na província de Anhui, uma fábrica deverá produzir mais de 1 milhão de bonecos em menos de seis meses: são cerca de 170 mil por mês e quase 6 mil por dia. Até o momento, mais de 500 mil bonecos já estão a caminho do país-sede da Copa de 2014.

“Essa encomenda responde por 80% de nossa receita, e estaremos trabalhando exclusivamente nesse produto até abril”, disse um funcionário da fábrica à agência de notícias AFP.  No Mundial da África do Sul, em 2010, uma das empresas responsáveis pela produção do mascote sulafricano, o Zamuki, foi multada por utilizar extensivamente a mão-de-obra adolescente, em turnos de mais de 13 horas.

Nas fotos divulgadas pela AFP, somente adultos aparecem na linha de produção. A falta de uma lei trabalhista considerada forte é uma preocupação de parte das marcas que decidem produzir seu produto no país.

Um caso recente é o da Foxxcon, que é responsável pela montagem dos aparelhos da Apple. Diversos funcionários da empresa foram à imprensa para denunciar más condições de trabalho e a imagem da Apple foi atingida negativamente por esse tipo de exposição.

Bookmark and Share