Porto Alegre, quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

  • 21/01/2014
  • 16:12
  • Atualização: 17:16

Arena da Baixada corre risco de ficar fora da Copa se obras não avançarem

Jerôme Valcke, secretário-geral da Fifa, visitou o estádio e ficou preocupado com o que viu

Jerôme Valcke, secretário-geral da Fifa, visitou o estádio e ficou preocupado com o que viu | Foto: Fabrice Coffrini / AFP / CP

Jerôme Valcke, secretário-geral da Fifa, visitou o estádio e ficou preocupado com o que viu | Foto: Fabrice Coffrini / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

 O secretário geral da Fifa, Jerôme Valcke, alertou nesta terça-feira que a Arena da Baixada de Curitiba corre risco de ficar fora da Copa do Mundo do Brasil-2014 caso as obras do estádio não avancem.

"Não podemos organizar jogos sem estádio, trata-se de uma situação de emergência", declarou o dirigente em sua visita à capital paranaense, antes de salientar que esperava que a situação evolua rapidamente "para que Curitiba não fique fora da Copa

• Após polêmica, embaixador do Reino Unido visitará Arena da Amazônia
• Koff é pessimista com possibilidade da Arena substituir Baixada na Copa

O estádio, que pertence ao Atlético Paranaense, tem a previsão de receber quatro jogos do próximo mundial. O primeiro, entre Irã e Nigéria, está marcado para o dia 16 de junho. Na segunda-feira, Valcke tinha se mostrado confiante em relação ao avanço das obras dos estádios de São Paulo e Cuiabá.  Nesta quarta-feira, o dirigente irá a Natal para inaugurar a Arena das Dunas, o primeiro estádio concluído além dos seis já usados na Copa das Confederações.

Bookmark and Share