Porto Alegre, terça-feira, 25 de Novembro de 2014

  • 02/02/2014
  • 21:29
  • Atualização: 21:43

Time principal do Inter estreia com goleada sobre o Cruzeiro

D'Ale, Rafael Moura, Gilberto e Fabrício fizeram 4 a 1 e Colorado segue 100% no Gauchão

  • Comentários
  • Laion Espíndula / Correio do Povo

Com polêmica envolvendo Rafael Moura e boa movimentação, o grupo principal do Inter estreou em 2014 na noite deste domingo. O Colorado foi superior e goleou o Cruzeiro por 4 a 1 no Estádio do Vale, em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Gaúcho. D'Alessandro, He-Man, Gilberto e Fabrício fizeram os gols do time da casa. Reinaldo descontou.

Com o resultado, o Inter continua com o 100% de aproveitamento no Campeonato Gaúcho. A equipe permanece em primeiro lugar do grupo A do torneio, com 15 pontos. Na próxima rodada, o Colorado encara o Pelotas nesta quarta-feira, às 22h, na Boca do Lobo.

Inter superior no início e D'Ale abre o placar

Empolgado com a primeira partida na temporada, o time principal do Inter não demorou para dominar o jogo. Com boa movimentação e troca de passes, a equipe envolvia com facilidade o Cruzeiro. A maioria das jogadas ocorria pelos lados, mas o centroavante Rafael Moura não conseguiu aproveitar os lances. Nas melhores conclusões di Colorado, o goleiro Fábio fez grandes defesas.

Com seis minutos, Fabrício surgiu na esquerda e tocou para Jorge Henrique. De primeira, o meia escorou para para Alex, que chutou por cima da meta. Em seguida, Fabrício cruzou no segundo pau e Aránguiz testou para fora.

A pressão do Inter continuou. Aos 11 minutos, Fabrício apareceu livre na área e cabeceou nas mãos do arqueiro. Como resposta, no lance seguinte Julio Abu chutou da direita. A bola quicou na frente de Muriel, mas ele agarrou firme.

Se não fosse Fábio, D'Alessandro poderia ter aberto o placar aos 17 minutos. Aránguiz cruzou para trás e o camisa 10 pegou de primeira, na meia direita. O goleiro se esticou e evitou o gol. Na sequência, Jorge Henrique deu um peixinho no meio da área. A pelota foi no canto, mas o camisa 1 salvou o Cruzeirinho novamente.

Depois, um lance polêmico fez o Inter reclamar de pênalti. D'Ale deu um toque leve para a área e a bola tocou no braço do zagueiro. O árbitro entendeu que não foi intencional e mandou seguir. Depois, o Colorado chegou em três momentos consecutivos. No primeiro cruzamento, no segundo pau, Juan errou em bola na área e perdeu de balançar as redes. O time retomou a bola e alçou novamente, mas a zaga cortou. No terceiro cruzamento, o Cruzeiro cedeu escanteio.

Quando parecia que o primeiro tempo ia terminar em 0 a 0, o capitão D'Alessandro fz uma pintura de gol. Aos 45, Rafael Moura recebeu na área e ajeitou para trás, onde estava o argentino. O meia pegou de voleio e colocou a bola no canto, sem chance para o goleiro.

Mudanças e Cruzeiro assusta

O Cruzeiro mudou bastante para o segundo tempo. O técnico Luis Antônio Zaluar fez duas trocas. Os garotos Matheus e Henrique - o segundo com apenas 17 anos - entraram no lugar de Thiago Correa e Thiago Matos. O time visitante ficou mais rápido, mas deixou a defesa menos protegida.

AS trocas surtiram efeito. Com seis minutos, o Cruzeiro empatou a partida após cobrança de escanteio. No cruzamento, Reinaldo apareceu no meio da zaga e testou com liberdade para empatar.

O Cruzeiro quase ampliou no minuto seguinte. Em um lance de velocidade, Leandro Rodrigues dominou na cara de Muriel, só que chutou para fora. A resposta colorada veio aos oito minutos, Alex avançou no campo adversário e tocou para Jorge Henrique. De dentro da área, ele chutou por cima do tavessão.

Fúria do He-Man e goleada

Rafael Moura virou o personagem do jogo na marca dos 13 minutos. Sem grande êxito durante a partida, o centroavante aproveitou o cruzamento na área e estufou as redes. Apesar do gol, o He-Man foi vaiado por alguns torcedores e retribuiu, com o dedo na boca, mandando a torcida ficar quieta. Depois, durante a parada técnica, os jogadores do Inter pediram e a torcida começou a gritar: "Moura, Moura". O atacante, de forma tímida, aplaudiu de volta.

O gol desanimou o Cruzeiro. Cansado, o time encontrava dificuldade para armar no setor ofensivo e voltava a ser dominado pelo Colorado. O lateral Gilberto deu o último golpe no oponente. Aos 20, Fabrício levantou com categoria e, sozinho, Gilberto desviou de cabeça para o gol - 3 a 1.

Com o placar favorável, o Inter passou a adminsitrar o resultado. Aos 44, Alex cobrou escanteio no primeiro pau. Fabrício foi mais rápido que os marcadores e tocou de cabeça para as redes, completando a goleada.


Campeonato Gaúcho - 5ª rodada

Inter 4
Muriel; Gilberto, Paulão, Juan e Fabício; Willians, Charles Aránguiz; Alex, D'Alessandro (Alan Patrick) e Jorge Henrique (Otavinho); Rafael Moura (Wellington Paulista). Técnico: Abel Braga.

Cruzeiro 1
Fábio; Thiago Matos (Matheus), Carlão, Léo Carioca e Jeanderson; Reinaldo (Claudinho), Vanderson, Julio Abu e Thiago Correa (Henrique); Leandro Rodrigues e Paulo Sérgio. Técnico: Luis Antônio Zaluar.

Gols: D'Alessandro (45min/1ºT), Rafael Moura (13min/2ºT), Gilberto (20min/2ºT) e Fabrício (44min/2ºT); Reinaldo (6min/2ºT).
Cartões amarelos: Paulo Sérgio, Paulinho e Reinaldo (C);

Árbitros: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Auxiliares: Maurício Coelho Silva Penna (RS) e Alexandre Antônio P. Kleiniche (RS)
Local: Estádio do Vale, em Novo Hamburgo (RS)

Bookmark and Share


TAGS » Futebol, Inter, Esporte