Correio do Povo

Porto Alegre, 21 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
14ºC
Amanhã
14º 24º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Grêmio

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

03/02/2014 15:44 - Atualizado em 03/02/2014 16:45

Incidente com rojões é relatado na súmula do árbitro de Juventude x Grêmio

Francisco da Silva Neto descreveu confusão no Alfredo Jaconi

Enderson Moreira desaprovou a atitude do torcedor<br /><b>Crédito: </b> Lucas Uebel / Grêmio FBPA / CP
Enderson Moreira desaprovou a atitude do torcedor
Crédito: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / CP
Enderson Moreira desaprovou a atitude do torcedor
Crédito: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / CP

Francisco da Silva Neto, árbitro da partida entre Juventude x Grêmio, disputada no último domingo, relatou, na súmula do jogo, o incidente envolvendo o arremesso de rojões pela torcida do Tricolor na direção do goleiro do Juventude, Fernando. Os dois rojões foram atirados bem junto ao atleta do Juventude, na segunda etapa. A partida foi paralisada nas duas ocasiões.

A súmula foi publicada no começo desta tarde no site da Federação Gaúcha de Futebol Junto à súmula, Francisco Neto anexou o boletim de ocorrência onde consta o nome do acusado pelo incidente. Matheus Jacobi Almeida, morador de Canoas, nega participação.

O gremista Matheus Jacobi Almeida, detido pela Brigada Militar no Juizado Especial Criminal (Jecrim) do Alfred Jaconi, e, após duas horas, liberado, negou ter sido o responsável pelos rojões.

"Os policiais disseram que me viram jogando os rojões pelas câmeras de vídeo. Pedi para me mostrarem as imagens, ninguém me mostrou. Eu não fiz absolutamente nada. Não estava portanto nada, não tinha nem palito de fósforo no meu bolso" .

Confira o relato do árbitro na súmula:

"Cabe relatar que a 1 minuto do 2º tempo foi lançado um rojão (bomba) atrás da goleira defendida pelo EC Juventude, vindo da torcida do Grêmio FBPA o jogo foi paralizado, para atendimento do goleiro, devido ao barulho bem forte perto do atleta. Aos 38 minutos do 2º tempo, novamente foi lançado um rojão (bomba), pela torcida do Grêmio FBPA, que estourou perto do goleiro do EC Juventude, e o jogo novamente foi paralizado e o goleiro foi atendido pelo médico do clube.

Neste momento fui ao comandantre do policiamento para reforçar o efetivo perto da tocida para não mais acontecer este incidente. Logo após chamei o treinador e capitão do Grêmio e informei que ocorrido não poderia mais acontecer, pois o jogo seria suspenso. No final do jogo já no vestiário recebi a informação do diretor do Grêmio, Sr. Rui Costa que foi feito um boletim de ocorrência pela Brigada Militar que identificou o torcedor. Segue em anexo o BO".


A súmula




Bookmark and Share



Fonte: Correio do Povo e Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.