Porto Alegre, quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

  • 08/02/2014
  • 15:50
  • Atualização: 15:56

Empates podem alcançar vitórias do Grêmio em Gre-Nal

A poucos dias da estreia na Libertadores, Tricolor promete foco total para reduzir distância ao Inter em clássicos

Primeiro clássico da Arena terminou empatado, em 2013 | Foto: Fabiano do Amaral

Primeiro clássico da Arena terminou empatado, em 2013 | Foto: Fabiano do Amaral

  • Comentários
  • Laion Espíndula / Correio do Povo

O primeiro Gre-Nal deste ano pode ter um fato histórico. Há a possibilidade de o número de empates nos clássicos atingir o de vitórias do Grêmio no confronto deste domingo, às 19h30min, na Arena. De 398 jogos entre a Dupla, o Inter venceu 149 partidas, enquanto o Tricolor foi superior em 125. A igualdade no placar ocorreu 124 vezes.

Para o Grêmio, o clássico também serve de teste antes da estreia do time na Copa Libertadores, contra o Nacional, na próxima quinta-feira. Apesar da prioridade com a competição continental, a direção tricolor garante foco total no Gre-Nal deste domingo e alerta que o planejamento é feito partida por partida.

“Clássico é importante em qualquer lugar e ninguém vai entrar no Gre-Nal para empatar. A gente vai busca a vitória e fazer um bom jogo”, decretou o diretor de futebol Marcos Chitolina. “O Gre-Nal é um jogo importante por si só, independente de números ou alguma coisa extra-campo”, acrescentou.

O Gre-Nal de número 399 será o segundo da Arena. Como o primeiro terminou empatado, o jogo deste domingo pode definir o primeiro vencedor do novo estádio gremista. “Claro que queremos vencer na nossa casa, mas não me preocupo tanto em relação a isso da Arena. Se o jogo fosse no Beira-Rio , a gente também ia querer ganhar”, destacou o dirigente.

Dado interessa à torcida, diz dirigente colorado

A possibilidade de os empates atingirem as vitórias do Grêmio em clássicos da Dupla desperta mais o interesse da torcida, analisou o assessor de futebol colorado, Roberto Melo. Para ele, o importante no domingo é fazer um bom confronto.

“A estatística é interessante principalmente para a torcida. Para nós, o importante é ganhar o jogo e obter os três pontos”, comentou, completando que o Colorado não se sente na obrigação de continuar 100% no Campeonato Gaúcho. “Por ser na Arena, mexe mais com a torcida. Obtivemos bons resultados no início deste ano, mas não acho que o Inter tenha a responsabilidade de vencer por causa disso. Tem que fazer um bom jogo.”

Grohe vê presente acima de estatística

O goleiro Marcelo Grohe valoriza o presente. Segundo ele, a vitória num clássico é mais importante pelo momento e confiança que passará ao time. “Acho que vencer um Gre-Nal é maior do que a estatística, o momento importa mais. Os números ficam para a história e o Gre-Nal tem mais de 100 anos”, ponderou.

O camisa 1 frisou que o Grêmio entra em todos os jogos “com tudo”, independente da competição. “Não penso nessa questão de folclore quando entro em campo, de número de vitórias ou de empates. Isso fica para os torcedores. Sempre que vou para um Gre-Nal, tento fazer o melhor pelo Grêmio”, finalizou.


Bookmark and Share