Porto Alegre, segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

  • 19/02/2014
  • 11:27
  • Atualização: 11:31

Procuradoria espanhola pede indiciamento do Barça por crime fiscal na contratação de Neymar

Fraude tributária passaria dos 9 milhões de euros

Contratação de Neymar gera polêmica na Espanha | Foto: Josep Lago / AFP

Contratação de Neymar gera polêmica na Espanha | Foto: Josep Lago / AFP

  • Comentários
  • AFP

A procuradoria da Audiência Nacional, principal instância penal espanhola, pediu o indiciamento do Barcelona por crime fiscal na contratação do atacante brasileiro Neymar, informou uma fonte judicial nesta quarta-feira. "A procuradoria pede o indiciamento do Barça como pessoa jurídica por um delito contra a Fazenda publica cometido nos anos de 2011 e 2013", destacou a fonte.

A procuradoria calcula a suposta fraude tributária em 9,1 milhões de euros, segundo a mesma fonte. A transferência do astro brasileiro de 22 anos do Santos provocou uma grande turbulência na Espanha depois que um sócio do Barça apresentou uma denúncia contra o presidente do clube por "apropriação indébita".

A aceitação da denúncia por um juiz da Audiência Nacional provocou a renúncia, em 23 de janeiro, do então presidente do FC Barcelona, Sandro Rosell.

Bookmark and Share