Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 19/02/2014
  • 21:24
  • Atualização: 07:03

Piratini protocola projeto em prol de estruturas temporárias da Copa

Governo espera arrecadar R$ 25 milhões por meio de isenções fiscais

  • Comentários
  • Correio do Povo

O governo do Estado protocolou nesta quarta-feira o projeto que prevê isenções fiscais de até R$ 25 milhões para empresas interessadas em investir nas estruturas provisórias que serão utilizadas durante a Copa do Mundo. O montante será atingido por meio de isenções do ICMS.

Prefeitura só pode arcar com obras se deixarem legado, diz MP

O projeto de Lei do Executivo 17/2014 institui o “Programa de Apoio à Realização de Grandes Eventos no Estado do Rio Grande do Sul em 2014” e define como estruturas complementares o apoio à infraestrutura “predial, à mobilidade urbana, à tecnologia da informação, à aquisição e locação de equipamentos, à contratação de serviços, e as demais necessárias à realização do evento”.

As estruturas foram consideradas fundamentais para a realização do Mundial em Porto Alegre. O secretário-geral da Fifa, Jéromê Valcke havia cobrado uma solução até esta quarta-feira. No fim da semana passada, o presidente colorado, Giovanni Luigi, descartou colocar dinheiro do clube nas estruturas e afirmou que a realização da Copa na Capital estava sob risco.

Bookmark and Share