Correio do Povo

Porto Alegre, 28 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
12ºC
Amanhã
13º 25º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Inter

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

20/02/2014 11:38 - Atualizado em 20/02/2014 12:19

Alan Patrick ameaça vaga de Alex e vira exemplo no Inter

Meia é o segundo jogador que mais atuou pelo Colorado no Gauchão

O ano virou. E com ele, muita coisa também mudou. Alan Patrick deixou o ostracismo de 2013 para trás e é o segundo jogador com mais partidas no elenco colorado no ano, com cinco. Atualmente, vive uma fase de elogios com Abel Braga. Ainda não marcou gol, mas já ameaça a vaga de Alex como titular no meio-campo. Realidade muito diferente do que acontecia na temporada passada.

Alan Patrick soma cinco jogos em 2014. Quase o mesmo número do que atuou em 2013 - foram seis jogos. Perde apenas para Cláudio Winck, que começou o Gauchão com o elenco do time sub-23 e atualmente é opção para Abel Braga, jogando entre os reservas e também com os titulares, com a lesão de Gilberto no último fim de semana. Contra o Caxias, esteve próximo do gol duas vezes: em uma oportunidade acertou a trave, na outra parou no goleiro Douglas.

Com o Inter atuando no 4-3-3, Abel forma um tripé no meio-campo. Willians fica centralizado, com dois jogadores mais avançados, ao seu lado. Originalmente, Aránguiz pela direita e Alex pela esquerda. Mas com o torcicolo deste, Patrick ganhou espaço. E pode permanecer.

“Tenho um grande jogador na mão. O Alex vinha muito bem. A briga é boa. O Alex sabe que não pode bobear. Ele saiu por conta de uma torcicolo muito forte. E o Alan entrou. É um dos jogadores que digo que posso contar em qualquer situação, é um grande jogador”, explicou Abelão.

O jogador também se torna exemplo internamente. Depois de começar os últimos dois jogos como titular, Alan Patrick deve ganhar descanso no próximo domingo, junto com os titulares. Um dos que ganharão chance, Valdívia, afirma que o meia ex-Santos é exemplo para quem quer conquistar espaço com Abel. “O Alan Patrick é um jogador de muita qualidade, teve a oportunidade dele e foi bem. Quando a gente entrar e for bem, vamos ter nosso espaço, temos que entrar e fazer uma boa partida. É importante a gente treinar bem, o time reserva está treinando bem e esperando a oportunidade. Agora é mostrar em campo”, disse o meia de 19 anos.

Criado na base do Santos, Alan Patrick deixou o clube paulista após 39 jogos e um ano e meio como profissional. No Peixe, foi o substituto de Paulo Henrique Ganso em alguns momentos. No Shakthar Donetsk, iniciou bem, mas passou a ser pouco utilizado. Seu contrato com o Colorado vai até junho deste ano.

Bookmark and Share

Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.