Porto Alegre, sábado, 29 de Novembro de 2014

  • 23/02/2014
  • 17:54
  • Atualização: 18:34

Inter acumula chances, mas não marca e perde para Veranópolis

Derrota de 1 a 0 quebrou invencibilidade do time de Abel Braga no Gauchão

  • Comentários
  • Cristiano Munari / Correio do Povo

O Inter atacou, pressionou, empilhou oportunidades de gol, mas repetiu o filme de 2013 e perdeu a invencibilidade no Gauchão para o Veranópolis no estádio Antônio David Farina. Soares, aos 9 minutos de jogo, marcou o gol da vitória do time da casa neste domingo na partida válida pela 10ª rodada do Gauchão.

Com a derrota, o Inter para nos 25 pontos, mas segue na liderança o Grupo A do Campeonato Gaúcho com folga. O VEC vai a 21 pontos e segue em terceiro na chave. Na próxima quarta-feira, às 22h, o time de Abel Braga volta ao Beira-Rio para encarar o Brasil de Pelotas, vice-líder do grupo colorado.

Veranópolis sai na frente, Inter pressiona, mas termina primeiro tempo atrás

Com time reserva, o Inter iniciou a partida encontrando dificuldades. Em um jogo bastante disputado com muita marcação, o Veranópolis teve a primeira chance aos 6 minutos em bola parada. George Lucas bateu falta do lado esquerdo, Léo subiu mais alto que a defesa e acertou o travessão de Dida.

A resposta colorada veio dois minutos depois. Augusto recebeu passe de Alan Patrick e bateu no canto, obrigando o goleiro César a fazer uma difícil defesa. Aos 13, mais uma vez a marcação colorada errou na bola aérea e, dessa vez, foi castigada. Após cobrança de escanteio, Soares ganhou de Wellington Paulista e mandou para o gol sem chances para Dida, 1 a 0 para o VEC.

Com o gol do time da casa, o Inter partiu para o ataque em busca do empate. Mostrando mais organização que no começo da partida, a equipe de Abel Braga passou a levar perigo ao gol de César. Aos 17, um lance polêmico na área do VEC. Alan Ruschel fez jogada pelo lado esquerdo e foi derrubado. O árbitro Francisco Silva Neto mandou seguir gerando reclamações dos jogadores colorados.

O Inter seguiu em busca do gol e pressionando o Veranópolis, que se defendia bem. Sem muito espaço, o Colorado arriscava de fora da área. Augusto duas vezes e Wellinton Paulista arriscaram, mas por cima do alvo. A melhor chance do time de Abel Braga para o empate ocorreu aos 37 minutos quando Ernando subiu mais alto que a defesa após escanteio e obrigou César a fazer uma grande defesa. O goleiro do VEC ainda apareceu aos 44 para defender chute de Otávio. Final de primeiro tempo: Veranópolis 1 x 0 Inter.

Abel faz mudanças ofensivas, Inter mantém domínio, mas perde invencibilidade no Gauchão

O Inter voltou com uma mudança: Caio entrou no lugar de Valdívia. Com a alteração no time, mas não na postura, o Colorado iniciou a segunda etapa como terminou a primeira, pressionando o Veranópolis. Nos primeiros 10 minutos foram três chances para empatar. Logo no primeiro minuto Alan Patrick bateu falta e César fez uma boa defesa. Aos 5, Cláudio Winck cruzou e Léo Dagostini apareceu para salvar quando Wellington Paulista chegava sem goleiro para mandar para o gol. No lance seguinte, novamente o lateral colorado fez boa jogada pela direita e mandou para Augusto, que bateu para fora uma bola.

A melhor oportunidade colorada para o empate apareceu aos 20 minutos. Wellington Paulista recebeu passe de Alan Patrick e saiu na cada do goleiro, mas preferiu dar o passe para Augusto que entrava pelo lado, a bola saiu fraca e o zagueiro Léo apareceu para salvar. O lance gerou muita irritação no técnico Abel Braga que cobrou do centroavante a finalização no lance.

O treinador colorado empilhou atacantes na equipe. Aos 25 minutos colocou Eduardo Sasha na vaga do volante João Afonso e aos 36, mandou o centroavante Aylon para o lugar do lateral Cláudio Winck. Apesar das mudanças e da pressão, o Inter não conseguiu marcar. Caio, aos 27, acertando o travessão e Alan Patrick, batendo falta na entrada na área, aos 44 tiveram as últimas oportunidades para o empate.

Gauchão – 10ª rodada

Veranópolis
- 1
César; George Lucas, Léo Dagostini, Douglas e Romano; Glauber, Eduardinho e Éder (Juninho); Soares (Gasparetto), Lê e Juba (Carlos Henrique). Técnico: Julinho Camargo.

Inter - 0
Dida; Cláudio Winck (Aylon), Ernando, Alan e Alan Ruschel; João Afonso (Eduardo Sasha), Augusto, Alan Patrick, Valdívia (Caio) e Otávio; Wellington Paulista. Técnico Abel Braga.

Gols: Soares, aos 9min (VEC)
Cartões amarelos: Glauber, Éder, César (VEC); João Afonso, Ernando (INT)

Árbitro: Francisco Silva Neto;
Local: Estádio Antônio David Farina

Bookmark and Share


TAGS » Futebol, Inter, Esporte