Porto Alegre, terça-feira, 21 de Outubro de 2014

  • 23/02/2014
  • 18:34
  • Atualização: 19:09

Alan Patrick diz que árbitro admitiu que deu pênalti e voltou atrás

Meia do Inter afirmou que juiz reconheceu que iria dar falta na área em Alan Ruschel

Alan Patrick disse que árbitro reconheceu que marcou pênalti | Foto: Alexandre Lops / Divulgação / CP

Alan Patrick disse que árbitro reconheceu que marcou pênalti | Foto: Alexandre Lops / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Lancepress

O Inter perdeu sua invencibilidade no Campeonato Gaúcho na tarde deste domingo, no Estádio Antônio Davi Farina. O clube gaúcho não conseguiu reverter o 1 a 0 sofrido ainda no começo do jogo e conheceu pela primeira vez o gosto amargo da derrota em 2014. Um lance, porém, foi muito reclamado pelos colorados: uma entrada de Léo Dagostini em Alan Ruschel dentro da área. O árbitro chegou a apontar para a área, indicando pênalti, mas voltou atrás. E admitiu isso, segundo o meia Alan Patrick.

O lance aconteceu aos 17 minutos do primeiro tempo, apenas quatro após o gol sofrido de cabeça, por Soares. Alan Ruschel tocou na bola antes do zagueiro, que entrou atrasado e tocou a perna direita do lateral. O árbitro inicialmente mostrou uma situação corporal de pênalti, mas virou a mão para a marcação da pequena área.

“No primeiro tempo, ele marcou o pênalti e voltou atrás. Ele mesmo falou. Mas fazer o quê. Ele admitiu, no retorno do intervalo. Falou que tinha dado o pênalti. Falamos: "Pô, marcou o pênalti e não deu". E ele disse "É, eu marquei e depois voltei atrás". Não disse a razão, falou que teve a opinião que não foi e voltou atrás. Mas tinha apontado e voltou”, revelou o meia Alan Patrick.

Bookmark and Share


TAGS » Futebol, Inter, Esporte