Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
17ºC
Amanhã
14º 24º


Faça sua Busca


Esportes

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

03/03/2014 11:10 - Atualizado em 03/03/2014 11:15

Oscar Pistorius se declara inocente em julgamento

Ex-atleta sul-africano é julgado pelo assassinato da namorada

Oscar Pistorius se declara inocente em julgamento<br /><b>Crédito: </b> Themba Hadebe / AFP / CP
Oscar Pistorius se declara inocente em julgamento
Crédito: Themba Hadebe / AFP / CP
Oscar Pistorius se declara inocente em julgamento
Crédito: Themba Hadebe / AFP / CP

Mais de um ano após deixar as páginas esportivas para figurar nas páginas policiais, o astro paralímpico Oscar Pistorius está presente nesta segunda-feira no Tribunal de Pretória, na África do Sul, onde é dado o início de seu julgamento. Sob juramento, o ex-atleta sul-africano se declarou inocente frente ao tribunal.

Pistorius havia sido formalmente acusado pelo assassinato de sua ex-namorada, Reeva Steenkamp, em agosto de 2013. Na ocasião, ele chorou durante a audiência. As sessões do julgamento estão agendadas entre 3 e 20 de março. No julgamento, Pistorius se viu pela primeira vez diante de June Steenkamp, a mãe de Reeva. Os familiares do astro biamputado foram ao tribunal para acompanhar a sessão.

Já durante o julgamento nesta segunda, o advogado de defesa de Pistorius, Barry Roux, reiterou a posição do atleta, que acredita que um intruso entrou em sua casa no momento do crime (relembre o caso abaixo). O julgamento iniciou com o promotor Gerrie Nel lendo as acusações contra Pistorius.

Barry Roux também reiterou que Pistorius admite que tinha posse de armas não permitidas, masque isso não muda o fato de ele ser inocente no caso. Devido ao grande interesse, o julgamento está sendo transmitido por emissoras de televisão.

Relembre o caso de Oscar Pistorius

Oscar Pistorius é acusado de matar a tiros Reeva Steenkamp, sua namorada, no dia 14 de fevereiro de 2013. O atleta, no entanto, nega que o ato foi proposital e afirma que disparou contra ela por engano ao ter confundido Reeva com um ladrão escondido no banheiro.

O astro responde em liberdade pelo crime e já foi inclusive autorizado a realizar viagens internacionais. O paratleta também está apto a disputar competições, mas o próprio optou por não competir na atual temporada para focar na defesa do caso. Além da acusação de assassinato de Reeva, Pistorius ainda foi indiciado por violar a Lei de Controle de Armas de Fogo. 

Em Londres-2012, Pistorius se tornou o primeiro atleta com as duas pernas amputadas a competir com atletas sem deficiências.


Bookmark and Share


Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.