Correio do Povo

Porto Alegre, 25 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
10ºC
Amanhã
17º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

06/03/2014 14:01 - Atualizado em 06/03/2014 14:45

Árbitro Márcio Chagas diz ter sido vítima de racismo em Bento Gonçalves

Profissional encontrou duas bananas em cima do seu carro após jogo entre Esportivo e Veranópolis

Márcio Chagas encontrou duas bananas em cima do seu carro após jogo entre Esportivo e Veranópolis<br /><b>Crédito: </b> Mauro Schaefer / CP Memória
Márcio Chagas encontrou duas bananas em cima do seu carro após jogo entre Esportivo e Veranópolis
Crédito: Mauro Schaefer / CP Memória
Márcio Chagas encontrou duas bananas em cima do seu carro após jogo entre Esportivo e Veranópolis
Crédito: Mauro Schaefer / CP Memória

O árbitro Márcio Chagas da Silva disse ter sido vítima de racismo em Bento Gonçalves, na Serra gaúcha, após a partida entre Esportivo e Veranópolis nessa quarta-feira. Duas bananas foram colocadas em cima do carro dele depois do confronto. Além disso, o automóvel tinha arranhões na lataria e marcas de batida.

O veículo estava dentro do estacionamento destinado à arbitragem do estádio Montanha dos Vinhedos. A partida terminou 3 a 2 para a equipe da casa. Chagas da Silva acredita que a própria torcida do Esportivo cometeu o ato de racismo. “Aconteceu mais um fato lamentável de racismo em Bento. Quando entrei no campo de jogo, já escutei palavras racistas da torcida do Esportivo em relação a minha pessoa, me chamando de ‘macaco’”, contou o árbitro em entrevista à Rádio Guaíba.

Mas o pior ocorreu depois do confronto. “Ao término da partida, fui pegar o carro no estacionamento do clube e me deparei com o veículo cheio de bananas, por cima e no cano de descarga do veículo. Além disso, tinha arranhões, batidas e partes amassadas”, relatou. “Era um lugar privativo, fechado com portão, que não deveria ter acesso por mais ninguém, a não ser pela arbitragem ou dirigentes do clube. Alguns atletas viram o ocorrido e disseram que é comum manifestações racistas por parte dos torcedores do Esportivo”, comentou.

Chagas fotagrafou os danos causados e anexou as imagens à súmula do duelo. No entanto, ela ainda não foi divulgada pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF). "Encaminhei na súmula fotos do meu carro, para que eu possa ser ressarcido por esse clube e para futuras punições."


Bookmark and Share

Fonte: Correio do Povo e Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.