Porto Alegre, quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014

  • 10/03/2014
  • 20:43
  • Atualização: 20:52

Para MP, Inter e COL devem bancar estruturas temporárias

Presidente colorado mantém posição de que custo de até R$ 30 milhões não é do clube

  • Comentários
  • Fabrício Falkowski / Correio do Povo

O Ministério Público, em reunião realizada na tarde desta segunda-feira, deixou clara o seu ponto de vista sobre o imbróglio que envolver as estruturas temporárias necessárias para a Copa. Para o procurador Nílson de Oliveira Rodrigues Filho, o Inter e a Fifa devem arcar com os custos do projeto, que devem chegar a cerca de R$ 30 milhões, aproximadamente. Também participaram da reunião o presidente Giovanni Luigi e o Gerente do Comitê Organizador Local (COL) em Porto Alegre, Paulão — o mesmo que foi campeão olímpico jogando vôlei.

“O eventual uso de recursos públicos para este fim só será admitido como mecanismo para que Porto Alegre não perca o evento. Porém, isso não isenta o Inter e a Fifa das suas obrigações contratuais de financiar essas estruturas, indenizando o Poder Público. Apenas no caso daqueles bens que possam se tornar legado para o Estado ou Município é que a indenização deverá ser como uma forma de ‘aluguel’”, esclarece o procurador.

Luigi mantém-se firme na posição de não pagar pelas estruturas, a despeito da existência de contrato assinado por Vitorio Piffero, seu antecessor na presidência do clube. “Nesta reunião, o Ministério Público apresentou seu ponto de vista. E nós apresentamos o nosso. O Inter não tem a obrigação de bancar as estruturas temporárias, pois já está cedendo o estádio, o Centro de Eventos, o Gigantinho e o estacionamento para Porto Alegre receber a Copa. O Inter já está fazendo um investimento muito grande que vai beneficiar todo o Estado”, continua. Um novo encontro deve ocorrer na próxima semana.

Enquanto isso, segue tramitando na Assembleia Legislativa um projeto que prevê isenções fiscais para as empresas que investirem nas estruturas temporárias. Ainda não há data para a sua votação.

Bookmark and Share