Correio do Povo

Porto Alegre, 15 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
16ºC
Amanhã
11º 22º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

11/03/2014 19:05 - Atualizado em 11/03/2014 19:08

Bayern joga mal, mas avança após empate com o Arsenal

Jogando em casa, time alemão ficou no 1 a 1 com equipe inglesa

Bayern joga mal, mas avança após empate com o Arsenal<br /><b>Crédito: </b> Christof Stache / AFP / CP
Bayern joga mal, mas avança após empate com o Arsenal
Crédito: Christof Stache / AFP / CP
Bayern joga mal, mas avança após empate com o Arsenal
Crédito: Christof Stache / AFP / CP

O Arsenal até deu alguns sustos na etapa final, mas não conseguiu quebrar o favoritismo do Bayern de Munique. Os bávaros empataram com os londrinos em casa por 1 a 1, e pelo segundo ano consecutivo, eliminaram os Gunners. Na ida, o atual campeão da Liga dos Campeões havia vencido por 2 a 0, e segue vivo no sonho de defender o título da Liga dos Campeões.

O seu rival nas quartas será conhecido apenas no próximo dia 21, quando todos os times participantes serão conhecidos. Na ida deste confronto, Dante não joga, levou o terceiro cartão amarelo. O Arsenal volta a entrar em campo neste domingo, e terá o dérbi contra o Tottenham pela frente fora de casa. O Bayern de Munique, líder da Bundesliga com 20 pontos de vantagem sobre o Borussia Dortmund, enfrenta o Bayer Leverkusen no sábado.

O Bayern de Munique tinha tudo a seu favor. Vinha de uma goleada por 6 a 1 sobre o Wolfsburg, a torcida estava ao lado, além de uma vantagem de 2 a 0 conquistada na ida. E desde o início conseguiu levar o jogo com facilidade, sem sofrer grandes riscos.

Na verdade, o Arsenal não apresentou perigos. No papel, até era um time ofensivo. Com Arteta de volante, e Cazorla, Podolski, Özil e Chamberlain tentando levar a bola a Giroud. Mas sem poder contar com Ramsey e Wilshere, faltou criatividade, poder de fogo, e talvez até motivação. O único momento de destaque foi uma arrancada de Chamberlain, e uma cabeçada de Giroud.

Pelo lado do Bayern, muita tranquilidade, momentos de pressão, e boas oportunidades. Lahm voltou para a lateral, e Guardiola colocou Thiago e Schweinsteiger como volantes. Foram os cérebros do time, que teve ainda boas participações de Ribéry e Robben pelos lados. Götze estava apagado, e surgiu no fim do primeiro tempo. O jovem alemão teve a melhor chance, em chute frontal, para boa defesa de Fabianski. Muitas bolas altas foram lançadas, mas não houve chance real.

Na etapa final, quando parecia que o Bayern de Munique ia apenas tocar a bola de um lado para o outro e esperar pelo apito final, o jogo ficou movimentado. Os próprios bávaros abriram o placar, com boa jogada de Ribéry pela esquerda, com direito a uma entortada em Sagna, e Schweinsteiger completou com categoria para o gol.

O Arsenal, que havia voltado com Rosicky no lugar de Özil, acordou. O time estava mais veloz e agressivo. Tanto que foi em um lance praticamente de fúria que veio o empate. Podolski tabelou com Giroud, ganhou da Lahm na dividida, até com um empurrão no seu compatriota, e saiu na frente de Neuer. Soltou um foguete e empatou.

Daí para a frente, o jogo ficou bem mais movimentado. Pelo menos nos minutos seguintes, quando o Arsenal seguiu na pressão. Mas durou pouco tempo, e logo o Bayern voltou a ter o jogo controlado, e até teve chances para voltar a estar na frente no placar desta terça-feira. Até teve um pênalti. Müller cobrou, mas Fabianski defendeu com o pé e ganhou a disputa com o alemão. Isso já era nos acréscimos.

Bookmark and Share

Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.