Porto Alegre, sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

  • 11/03/2014
  • 23:35
  • Atualização: 23:52

Atlético Nacional busca empate contra o Nacional em Medelín

Time da casa protagonizou expulsão mais rápida da Libertadores em jogo finalizado em 2 a 2

Jogo empatou em dois a dois | Foto: Raul Arboleda / AFP / CP

Jogo empatou em dois a dois | Foto: Raul Arboleda / AFP / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O Nacional do Uruguai perdeu a oportunidade de voltar a ter chances de classificação no chamado grupo da morte da Libertadores. Nesta terça-feira, chegou a abrir 2 a 0 sobre o Atlético Nacional em Medelin, mas mesmo com um jogador a mais desde os 25 segundos de partida permitiu ao adversário empatar em 2 a 2. O resultado foi interessante ao Grêmio, pois travou o avanço dos colombianos na chave.

A partida começou nervosa e Alejandro Bernal entrou com o pé por cima da bola, protagonizando a expulsão mais rápida da história da Libertadores. O cartão vermelho surgiu 25 segundos após o apito. O Nacional aproveitou a vantagem para  abrir o placar logo aos três minutos, com Peña.

O Atlético continuou desorganizado, mesmo com apoio de sua torcida, e aos 19 minutos da etapa inicial Santiago Garcia ampliou. A partir daí, contudo, os donos da casa foram para o tudo ou nada e acuaram os uruguaios, com a campanha já combalida no torneio continental.

Bocanegra reduziu o prejuíz aos 25 minutos da segunda etapa e, depois, transformou-se no herói da casa. Aos 47 minutos conseguiu o gol de empate com o 2 a 2 que mantém o Atlético vivo na competição com quatro pontos e na vice-liderança provisória da chave do Grêmio. Enquanto isso, o Nacional é cada vez mais na lanterna, mas somou seu primeiro pontinho.

Bookmark and Share