Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 30/03/2014
  • 18:00
  • Atualização: 18:53

Rafael Moura cala a torcida gremista na Arena

Centroavante fez os dois gols do Colorado na vitória de virada sobre o Grêmio

Atacante voltou de lesão em grande estilo, marcando gols | Foto: Mauro Schaefer

Atacante voltou de lesão em grande estilo, marcando gols | Foto: Mauro Schaefer

  • Comentários
  • Correio do Povo

Time que quer ser campeão precisa de um matador—herói. E o Inter de Abel Braga, que luta pelo tetracampeonato gaúcho tem: Rafael Moura. O atacante, que ficou de fora das quartas-de-final e das semifinal em função de uma lesão, guardou tudo para a final. E quando voltou, comprovou a preferência de Abel Braga. Com dois gols, ambos na segunda etapa, o atacante ajudou o Inter a derrotar o Grêmio, na Arena, no primeiro jogo da final do Campeonato Gaúcho.

Às vezes, parece que ele não está em campo, escondido entre os zagueiros. No primeiro tempo, ele teve um arremate, que Grohe defendeu com tranqulidade. Porém, basta um segundo de descuido do adversário para ele surpreender e, com técnica, fazer àquilo que um centroavante tem que fazer: gol. Após cruzamento de Aranguiz, na segunda etapa, completou de cabeça e empatou o jogo. O Inter seguiu melhor na partida e aos 27, em outra cabeçada, calou a torcida gremista e enlouqueceu os colorados.

"Estou muito feliz por ter ajudado o time", disse o matador-herói colorado.

Com a vitória, o Inter vai para o segundo jogo da final com uma ampla vantagem: empate ou derrota por 1 a 0. Resta ao Grêmio, agora, reunir forças para, no último e decisivo jogo, vencer por dois gols de diferença para erguer a taça. No final da partida, sentindo dores no joelho, permaneceu em campo, ao lado dos companheiros, brigando, lutando, como um verdadeiro herói.

Bookmark and Share