Porto Alegre, sábado, 22 de Novembro de 2014

  • 03/04/2014
  • 00:38
  • Atualização: 01:42

Flamengo busca vitória da sobrevivência contra o Emelec

Cariocas chegaram ao 2 a 1 no fim da partida em solo equatoriano

  • Comentários
  • Lancepress

O Flamengo voltou a respirar na Libertadores nos minutos finais do confronto com o Emelec, nesta quinta-feira. O clube carioca amargada empate em 1 a 1 que deixaria muito complica da vida na última rodada, mas buscou o 2 a 1 em pleno Equador e se mantém vivo na competição. Agora, depende apenas de um triunfo sobre o León (MEX), na próxima e última rodada, dia 9 de abril no Maracanã, para se garantir nas oitavas de final, apesar de ocupar o terceiro lugar com sete pontos.

Sem Hernane, Alecsandro brilhou mais uma vez. Foi o camisa 19 que marcou o primeiro gol rubro-negro, de pênalti. Da mesma maneira, Stracqualursi empatou para os equatorianos, após uma falha bizarra do zagueiro Welinton. Paulinho, entretanto, deu a vitória ao Fla nos acréscimos da partida, depois de belo passe de Negueba.

Diferentemente dos demais jogos do Flamengo fora de casa nesta Libertadores, não foi o Rubro-Negro que começou vacilando. Logo aos nove minutos, Everton cruzou pelo lado esquerdo e o zagueiro Nasuti, de maneira imprudente, colocou a mão na bola: pênalti. Na cobrança, Alecsandro confirmou o 1 a 0.

Aos 19 minutos do segundo tempo, no entanto, Welinton derrubou Caicedo dentro da área: 1 a 1, após boa cobrança de Stracqualursi. Com o gol equatoriano, o estádio George Capwell virou um verdadeiro caldeirão. Com o time cada vez mais pressionado, Jayme de Almeida tirou Welinton para a entrada de Chicão. A partir daí, foi um Deus nos acuda. Apesar da pressão equatoriana, foi o Rubro-Negro que fez o segundo gol. Em rápido contra-ataque, Negueba achou Paulinho, que, com tranquilidade, deu a vitória ao Flamengo aos 46 minutos da etapa final.



Bookmark and Share