Correio do Povo

Porto Alegre, 21 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
16ºC
Amanhã
14º 24º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Grêmio

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

16/04/2014 15:11 - Atualizado em 16/04/2014 15:28

Grohe admite vergonha e quer recuperação já no Brasileiro

Goleiro do Grêmio disse que grupo ainda sente derrota no Gre-Nal

Goleiro admitiu que o grupo sentiu muito as duas derrotas pelo Inter<br /><b>Crédito: </b> Lucas Uebel / Grêmio / CP
Goleiro admitiu que o grupo sentiu muito as duas derrotas pelo Inter
Crédito: Lucas Uebel / Grêmio / CP
Goleiro admitiu que o grupo sentiu muito as duas derrotas pelo Inter
Crédito: Lucas Uebel / Grêmio / CP

A goleada de 4 a 1 sofrida no Gre-Nal de domingo não sai da cabeça dos jogadores do Grêmio. Enquanto a torcida espera por uma resposta na Libertadores no confronto com o San Lorenzo, o goleiro Marcelo Grohe quer o time se recuperando já no domingo na estreia do Brasileirão contra o Atlético-PR. O camisa 1 foi ao encontro das declarações do capitão Barcos e admitiu que tem sentido vergonha até mesmo de sair de casa e de ter que dar explicações para a torcida.

“O Gre-Nal foi duro para todos nós. A gente tem que aprender com os nossos erros. É o que nos resta. Não adianta ficar lamentando o que passou. A gente tem a possibilidade de dar a volta por cima já no domingo estreando em uma competição importante e a partir de segunda pensar no San Lorenzo. Estamos envergonhados com o que aconteceu. Concordo com o que falou o Barcos ontem, dá vergonha até de sair de casa, mas a resposta tem que ser dada dentro de campo”, declarou o Grohe.

O goleiro admitiu que o grupo sentiu muito as duas derrotas pelo Inter, mas ressaltou que o momento deve ser aproveitado para tirar lições. “Foi um tombo grande, na verdade dois, com as duas derrotas. Doeu muito para todos nós da maneira que foi. A gente sentiu bastante. Tem dois caminhos. A gente se abate ou se une e tira as lições que devem ser tiradas para dar a volta por cima nestas próximas semanas no Brasileiro e na Libertadores”, afirmou.

“A gente está no caminho certo apesar desses dois tombos, que foram bem duros. A nossa campanha na Libertadores não foi por acaso. Não pegamos adversário fáceis. Agora se questiona o grupo da morte, mas isso é normal pelo resultado do domingo. Futebol é assim. Só nós jogadores podemos mudar isso dentro de campo e é o que tentaremos fazer”, completou.

O elenco gremista realizou apenas trabalhos físicos na manhã desta quarta-feira. O grupo tricolor volta a treinar à tarde, a partir das 15h30min, no estádio Olímpico.

Bookmark and Share

Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.