Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 23/04/2014
  • 23:50
  • Atualização: 00:13

Grêmio fracassa na Argentina e perde para o San Lorenzo

Derrota por 1 a 0 no primeiro jogo das oitavas da Libertadores acentuou a crise no vestiário tricolor

Grêmio fracassa em Buenos Aires e perde por 1 a 0 para o San Lorenzo | Foto: Juan Mabromata / AFP / CP

Grêmio fracassa em Buenos Aires e perde por 1 a 0 para o San Lorenzo | Foto: Juan Mabromata / AFP / CP

  • Comentários
  • Laion Espíndula / Correio do Povo

O Grêmio não foi páreo para o time do Papa no primeiro confronto das oitavas de final na Copa Libertadores. Em um jogo truncado, o San Lorenzo venceu a partida por 1 a 0 em Buenos Aires, na noite desta quarta-feira. A terceira derrota seguida acentuou ainda mais a crise no vestiário tricolor.

O jogo de volta, na Arena, será na próxima quarta-feira, às 22h. Para passar de fase, os gremistas precisam vencer por dois gols de diferença. Se conseguir um triunfo de 1 a 0, a decisão vai para os pênaltis. Neste fim de semana, o grupo do técnico Enderson Moreira encara o Atlético-MG em casa, no domingo, às 18h30min, pelo Brasileirão.

Pressão argentina

Empurrado pela empolgante torcida no estádio Nuevo Gasómetro, o San Lorenzo partiu para cima e pressionou muito o Grêmio no início do jogo. Com grande superioridade da posse de bola, os argentinos empurraram o Tricolor para a defesa. No entanto, faltou criatividade ao time para chegar com perigo ao gol.

Apesar do nervosismo e erros de Léo Gago, improvisado na lateral-esquerda, a equipe gremista conseguiu se defender bem nos primeiros minutos. A dupla Geromel e Werley se mostrou sólida e cedeu pouco espaço para o oponente. Armado com três volantes, o Tricolor brecou com competência as arrancadas do San Lorenzo pelos lados.

Com três minutos, Léo Gago se atrapalhou e deu o primeiro susto nos gremistas. Ele demorou para afastar e a bola ficou com os atacantes adversários. Na recuperação, o jogador deu um bicão para a lateral.

Somente aos nove minutos ocorreu a primeira chance de gol da partida. No lançamento ao ataque, Geromel saiu errado para cortar. Daí Matos dominou com tempo e meteu muito perto da meta. No lance seguinte, o Grêmio errou na frente e Pará salvou o time no contragolpe do San Lorenzo, ao cortar o último passe.

A primeira chegada do Grêmio foi na marca dos 19 minutos. Após cobrança de falta, a bola sobrou no meio e Pará emendou com força, mas longe do gol. O Tricolor então passou a segurar a pelota mais na frente. Aos 32, Barcos alçou no segundo pau, mas Léo Gago deu uma rosca na hora de concluir para o gol.

Na base da velocidade do atacante Dudu, o Grêmio conseguia ir para frente e respirar. Numa das jogadas, o camisa 7 colocou Barcos na cara do gol, mas o árbitro já marcava impedimento. Em outro lance, ele passou por dois na esquerda e conseguiu o escanteio.

Grêmio melhora, mas leva o gol no 2º tempo

O Grêmio adiantou a marcação e voltou melhor no começo do segundo tempo. Diferente do time retrancado na etapa inicial, a equipe foi para cima e teve uma boa chance com um minuto. Ramiro finalizou próximo da meta. Logo depois, o volante foi lançado na área, mas chegou depois do goleiro Torrico.

Só que um balde de água fria acabou com o entusiasmo gremista. Após jogada na direita, o San Lorenzo encontrou Correa na área. A defesa estava mal posicionada e o atacante bateu no canto - 1 a 0.

Os argentinos recuaram após o gol e passaram a observar as investidas do Tricolor. O técnico Enderson Moreira então sacou o volante Ramiro e colocou em campo o garoto Luan. Aos 14 minutos, o time cruzou na cara do gol e Zé Roberto chegou alguns centímetros atrasado.

Chances desperdiçadas

O Tricolor foi acumulando chances perdidas, com cruzamentos e tentativas de infiltrações na área. Após um cruzamento, o zagueiro recuou para o goleiro e o árbitro marcou tiro livre indireto dentro da área, aos 35 minutos. Mas o Grêmio perdeu a grande chance. Na marca da pequena área, Barcos meteu um bico desajeitado e tocou a bola para fora.

No final, os gremistas se jogaram para o ataque e levantaram bolas na área o tempo todo. No acréscimo, após bate e rebate na área, os donos da casa conseguiram afastar a pelota e garantir a vitória no primeiro duelo entre as duas equipes.

Libertadores 2014 - Oitavas de final

San Lorenzo 1
Torrico; Buffarini, Valdés, Gentiletti e Mas; Villalba (Cavallaro), Mercier, Ortigoza, e Piatti (Kannemann); Correa (Elizari) e Mauro Matos. Técnico: Edgardo Bauza.

Grêmio 0
Marcelo Grohe; Pará, Werley, Geromel e Léo Gago (Breno); Edinho, Ramiro (Luan), Riveros e Zé Roberto (Maxi Rodríguez); Dudu e Barcos. Técnico: Enderson Moreira.

Gols: Correa (6min/2ºT).
Cartões amarelos: Correa, Buffarini, Emanuel Más, Kannemann (SL); Léo Gago, Edinho (G).

Local: Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires.
Árbitro: Enrique Osses (Chile)
Auxiliares: Carlos Astroza e Sergio Roman (Chile)

Bookmark and Share