Porto Alegre, segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

  • 28/04/2014
  • 19:34
  • Atualização: 19:45

Werley pede Grêmio ofensivo e garante que defesa dará “conta do recado”

Zagueiro destacou que time vai precisar “se arriscar” para reverter a vantagem do San Lorenzo

Werley pede Grêmio ofensivo e garante que defesa dará "conta do recado" | Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / CP

Werley pede Grêmio ofensivo e garante que defesa dará "conta do recado" | Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA / CP

  • Comentários
  • Laion Espíndula / Correio do Povo

O zagueiro Werley pede para o Grêmio se arriscar diante do San Lorenzo, às 22h desta quarta-feira, nas oitavas de final da Libertadores. A receita do defensor para reverter a vantagem dos argentinos é jogar ofensivamente. Atrás, Werley garante, os jogadores vão segurar as pontas.

“Temos que arriscar nets partida, porque precisamos da vitória. O pensamento é esse e se o (técnico) Enderson optar por um time jogando no ataque, tenho certeza que vamos dar conta do recado ali atrás”, projetou o atleta. “Acho que podemos até atacar com seis jogadores. Temos que confiar no companheiro e não podemos deixar escapar a classificação”, acrescentou.

O Tricolor voltou a vencer nesse fim de semana graças aos reservas. Os garotos jogaram bem e bateram o Atlético-MG por 2 a 1 no estádio Olímpico. Werley elogiou a atuação dos suplentes e afirmou que o triunfo diante do Galo dá motivação até para o grupo titular. “Os meninos jogaram bem e foi muito bonito. O resultado dá uma motivação muito grande para esta quarta-feira”, destacou.

Nesta temporada, a melhor partida dos gremistas, na visão de Werley, foi diante do Newell’s Old Boys, na Arena. Só que o resultado do duelo terminou 0 a 0. “A gente tocou bem a bola e marcou com precisão. Tanto que as melhores oportunidades foram as nossas. Acredito que nesse jogo a equipe foi impecável, apesar do empate”, analisou o defensor.

Werley também comemorou o retorno do atacante Luan aos gramados. Segundo ele, a volta do garoto é um grande reforço para o Tricolor. “Ele põe respeito aos adversário e ao mesmo tempo tem habilidade. É um jogador muito experiente. Mas a responsabilidade não pode ser só em cima do Luan. Tem que sem todos”, finalizou.

Bookmark and Share