Porto Alegre, sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

  • 01/05/2014
  • 00:06
  • Atualização: 01:46

Grêmio perde nos pênaltis e é eliminado da Libertadores

Dudu fez 1 a 0 no tempo normal, mas San Lorenzo se classificou com o 4 a 2 nas penalidades

  • Comentários
  • Laion Espíndula / Correio do Povo

O Grêmio conseguiu a vitória na Arena, mas caiu nos pênaltis. Depois de muito sofrimento no tempo normal e gol no final do segundo tempo, o Tricolor foi desclassificado da Copa Libertadores na noite desta quarta-feira. O time devolveu o 1 a 0 da Argentina, só que o San Lorenzo ganhou por 4 a 2 nas penalidades e ficou com a vaga nas quartas de final. A torcida fez sua parte e o público total foi recorde no estádio, com 47,2 mil pessoas.

O atacante Barcos foi quem iniciou a série de pênaltis e começou errando – o que deixou os gremistas ainda mais nervosos. O San Lorenzo acertou todas as demais cobranças e Maxi Rodríguez também desperdiçou. É a terceira vez seguida que o Tricolor cai nas oitavas do torneio continental. Com o fim do sonho do tri, o clube foca agora no Brasileirão, quando encara o Santos neste sábado, às 18h30min, na Vila Belmiro.

Catimba e falta de sorte tricolor

O San Lorenzo impôs uma forte marcação e muita cera desde o primeiro minuto de jogo. Com três meias, o Grêmio explorou a velocidade de Luan e Dudu para vencer a defesa adversária. Mas conseguiu apenas duas boas chances de gol no primeiro tempo e não marcou. Os argentinos, por sua vez, arriscavam contragolpes rápidos pela esquerda, geralmente com o meia Piatti.

Os primeiros minutos foram de estudo de ambas as equipes e muita disputa no meio-campo. Somente na marca dos 10 minutos é que o Tricolor criou uma bela oportunidade na frente. Barcos recebeu livre na área e tocou por cobertura. A bola ia entrando, mas Buffarini se recuperou a tempo e afastou em cima da linha – a torcida já gritava gol.

A pressão seguiu e os gremistas se animaram. No escanteio no lance seguinte, a bola ia no segundo pau e o goleiro Torrico deu um tapa salvador. Logo depois, Barcos fez a parede e rolou para Edinho arrematar. Foi por cima.

O adversário tratou de intensificar a catimba e parar o jogo a todo momento. A estratégia serviu para esfriar o Grêmio. Aos 22, o San Lorenzo quase fez 1 a 0 no erro de Pará. O lateral entregou a bola no meio para Correa. O atacante encontrou Piatti, mas o meia se enrolou para concluir e desperdiçou a oportunidade. Em seguida, o mesmo Piatti abriu espaço na intermediária e arriscou o chute. Perto do gol.

No final, o Tricolor teve uma boa chance com Barcos. O Pirata recebeu na área, se livrou na marcação e bateu com força. Só que Torrico fez uma excelente defesa.

Pressão e mudanças

A pressão gremista foi gigante no segundo tempo. O time voltou entusiasmado e cercando o oponente na saída de bola. Com três minutos, Barcos mandou a bola para o fundo das redes, mas o auxiliar anulou. Na cobrança de escanteio, Edinho escorou de cabeça e o Pirata realmente estava adiantado.

Quatro minutos depois, o camisa 9 arrematou outra vez e assustou a equipe argentina. Ele se livrou do marcador na direita e concluiu fechado. O goleiro Torrico pegou. Na sequência, O centroavante fuzilou da entrada da área. Mais uma bela defesa do arqueiro argentino.

Enderson colocou o time ainda mais para frente, mandando a campo Rodriguinho e Maxi Rodríguez. A pressão aumentou nos minutos seguintes. Aos 20, Geromel deu uma casquinha após cobrança de falta. A bola ia no ângulo, mas parou na trave. O Tricolor seguiu em cima e Edinho concluiu na área, da direita, mas para fora.

Torrico salvou o time argentino mais uma vez logo depois. Dudu foi lançado na esquerda e invadiu a área. O camisa 7 bateu forte, mas o goleiro espalmou para fora. Como resposta, o adversário conseguiu um contra-ataque de três contra dois. Só que errou no último passe.

Gol de Dudu dá esperança

O técnico Edgardo Bauza promoveu mudanças na equipe e tratou de diminuir o ritmo da partida. As chances ficaram escassas e Enderson sacou Pará e botou Lucas Coelho. Quando ninguém mais acreditava, o garoto acionou Rodriguinho na direita. O meia mandou uma bomba na pequena área. Dudu não teve medo de colocar a cabeça e empurrou a pelota para as redes.

O gol gremista despertou a torcida na Arena. O final ficou ainda mais nervoso e, aos 41, o San Lorenzo cobrou falta muito perto da meta. Depois, Lucas Coelho aparou cruzamento na área, mas o tiro saiu pela linha de fundo. Tudo ficou para os pênaltis e a torcida empurrava o time. Só que o Grêmio errou com Barcos e Maxi Rodríguez. No outro lado, Grohe não pegou nenhuma e os argentinos venceram por 4 a 2.

Libertadores 2014 - Oitavas de Final

Grêmio 1 (2)
Marcelo Grohe; Pará (Lucas Coelho), Werley, Pedro Geromel e Wendell; Edinho, Riveros, Luan (Maxi Rodríguez), Zé Roberto (Rodriguinho) e Dudu; Barcos. Técnico: Enderson Moreira.

San Lorenzo 0 (4)
Torrico; Buffarini, Valdés, Gentiletti e Más; Mercier, Villalba (Prósperi), Ortigoza e Piatti; Matos e Correa (Elizari, Blandi). Técnico: Edgardo Bauza.

Gol: Dudu (38min/2ºT).
Cartões amarelos: Zé Roberto, Pará, Barcos, Edinho (G); Gentiletti (SL).

Público: 47.244
Renda: R$ 2.394.936,00

Árbitro: Roberto Silvera (URU)
Auxiliares: Carlos Pastorino e Nicolas Taran (URU)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Bookmark and Share