Porto Alegre, segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

  • 03/05/2014
  • 20:25
  • Atualização: 22:56

Grêmio empata com o Santos em jogo pouco inspirado

Barcos e Damião pouco contribuíram para alterar o 0 a 0 na Vila Belmiro

Grêmio empata com o Santos em jogo de pouco futebol | Foto: Ivan Storti/Lancepress/CP

Grêmio empata com o Santos em jogo de pouco futebol | Foto: Ivan Storti/Lancepress/CP

  • Comentários
  • Bernardo Bercht/Correio do Povo

O futebol apresentado por Grêmio e Santos não permitiu um placar além do 0 a 0 registrado na Vila Belmiro neste sábado, pelo Brasileirão. Faltou qualidade em ambos os times, numa noite de baixo nível técnico e desperdício dos ataques liberados por Barcos e Damião. O resultado leva o Tricolor a quatro pontos, temporariamente em 10º lugar pelos critérios de desempate do Brasileiro. O Santos é 13º, com três pontos.

O primeiro tempo foi duro de assistir, por conta dos muitos erros entre tricolores e santistas. Falhas, contudo, que geraram contragolpes e boas chances de gol para ambos os lados. Na hora da definição, contudo, Barcos e companhia erraram a mira de um lado, e Damião e seus companheiros não fizeram melhor.

Grêmio perde chance no começo e produz pouco


Logo aos quatro minutos, a grande oportunidade foi do Grêmio. Dudu fez linda jogada e driblou três marcadores. Na hora do chute, contudo, tentou tirar do goleiro e mandou para fora.

A resposta santista feio aos 14, em jogada aérea que deixou a zaga tricolor perdida. Cícero cabeceou num primeiro momento, a bola pipocou sem ninguém para afastar e Alan Santos mandou um testaço para o gol. Marcelo Grohe voou rente à trave esquerda para salvar o Grêmio.

Depois disso, pouco foi criado até a metade final da primeira etapa. Aos 36 minutos, depois de Damião cabecear errado na área do Grêmio, foi o Tricolor que desperdiçou a oportunidade da partida. Barcos puxou contragolpe pela direita, com Luan e Dudu superando a zaga do Santos em três para dois. Apesar da vantagem, Luan teve problemas para dominar o lançamento de Barcos, tentou ajeitar para Dudu, mas o atacante chutou mascado contra a zaga.

Damião perde gols e é sacado

Aos 41, Damião seguiu com a mira descalibrada. Emerson Palmieri cruzou na marca do pênalti, mas o centroavante, sem marcação, pegou mal na bola e mandou para fora.

Enderson Moreira trocou Luan por por Rodriguinho na segunda etapa, mas o formato de jogo seguiu o mesmo para ambas as agremiações. O que mudou é que o Santos veio mais disposto e não deu mais chances ao Tricolor.

Aos 13 minutos, o Grêmio se safou de tomar gol de Damião. O centroavante aproveitou dividida de Arouca e tentou o chute, mas Pará desviou de leve para tiro de meta. Logo em seguida, Damião foi substituído por Geuvânio.

A pressão continuou, contudo, Aos 23, em bola cruzada de escanteio, Grohe conseguiu dar um tapinha na bola, mas Tiago Ribeiro pegou o rebote de primeira e mandou muito forte, mas sobre o gol. No lance seguinte, Geromel salvou na cara do gol, ao desviar bola de Emerson Palmieri que tinha endereço certo.

Enderson trocou até mesmo Barcos por Lucas Coelho, na tentativa de surpreender, mas o mais próximo de um chute a gol para o Tricolor ocorreu aos 38 minutos. Depois de cobrança de escanteio, a bola sobrou na entrada da área, mas Dudu exagerou no otimismo. Emendou de primeira e mandou a bola na Lua. Logo depois, foi trocado por Everton, mas o ataque seguiu zerado na partida.

Brasileirão - 3ª rodada

Santos 0
Aranha; Cicinho, David Braz, Jubal, Emerson; Arouca, Alan Santos, Cícero; Gabriel (Lucas Lima), Leandro Damião (Geuvânio) e Thiago Ribeiro (Stéfano Yuri). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Grêmio 0
Marcelo Grohe; Pará, Werley, Pedro Geromel, Wendell; Edinho, Riveros, Luan (Rodriguinho), Alán Ruiz e Dudu (Everton); Barcos (Lucas Coelho). Técnico: Enderson Moreira.

Cartões amarelos:
Alan Santos (S) e Edinho (G).
Árbitro: Ricardo Ribeiro (MG).
Local: Vila Belmiro (Santos).


Bookmark and Share