Porto Alegre, quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

  • 07/05/2014
  • 19:39
  • Atualização: 21:53

Juan admite que Inter precisa melhorar rendimento

Zagueiro ressaltou, no entanto, que time está no “caminho certo”

Juan admite que Inter precisa melhorar rendimento | Foto: Laion Espíndula / Especial / CP

Juan admite que Inter precisa melhorar rendimento | Foto: Laion Espíndula / Especial / CP

  • Comentários
  • Laion Espíndula / Correio do Povo

Em três rodadas do Campeonato Brasileiro, o Inter apresenta um bom aproveitamento na competição. Com sete pontos, o time está invicto e na parte de cima da tabela. Apesar disso, o desempenho do Colorado tem sido alvo de críticas. Contra o Sport, no fim de semana, o time venceu por 2 a 1, mas a atuação caiu muito no segundo tempo. O zagueiro Juan reconhece que o clube precisa melhorar.

“A gente tem consciência que tem que melhorar, mas não estamos fazendo pressão sobre isso. O placar não está refletindo os jogos”, comentou o zagueiro. “Mas estamos num começo de campeonato. Não tem nenhum time 100% preparado atualmente e o Inter está no caminho certo”, acrescentou o defensor.

No treino desta quarta-feira, o técnico Abel Braga encaminhou o time do Inter sem modificações para encarar o Atlético-PR neste sábado, às 18h30min, no Beira-Rio. Para Juan, a repetição da escalação é importante para o entrosamento da equipe. “Quanto mais vezes jogarmos juntos, melhor vai ser o entrosamento. A comissão técnica e o departamento médico têm feito um grande trabalho, e não há muitos jogadores lesionados”, destacou.

Com contrato até julho com o Inter, Juan revelou que teve uma conversa com a direção colorada e que sua situação já evoluiu. “Teve uma primeira conversa. Ainda tem detalhes que teremos que acertar. Vamos tentar definir isso”, contou.

Convocação para Copa

O zagueiro disse que ficou tão ansioso quanto os convocados para a Seleção Brasileira. Segundo ele, o grupo tem muitos jovens, com “vontade de vencer”. Juan disse que parabenizou alguns dos selecionados pelo técnico Luiz Felipe Scolari e teve uma conversa com Dedé, que ficou fora da lista.

“Fiquei com muita ansiedade. Me coloquei no lugar dos jogadores, das famílias. Lembro das minhas convocações, que não conseguia ouvir o nome de ninguém, até que saía o meu”, recordou. “Dei boa sorte e parabéns para aqueles que têm facebook e Instragram. Também mandei uma mensagem para o Dedé. Ele colocou na rede social que, apesar de não ter sido convocado, ia torcer pelo Brasil. Achei bonito isso”, acrescentou.

Bookmark and Share