Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 08/05/2014
  • 18:36
  • Atualização: 19:01

Barcos nega contato com Boca, mas se diz lisonjeado com interesse

Centroavante afirmou que foco é ajudar Grêmio a se recuperar na temporada

Barcos se diz lisonjeado com interesse do Boca | Foto: Cristiano Munari / Especial CP

Barcos se diz lisonjeado com interesse do Boca | Foto: Cristiano Munari / Especial CP

  • Comentários
  • Cristiano Munari / Correio do Povo

Nesta quinta-feira, veio da Argentina a informação de que o Boca Juniors estaria interessado em contratar o centroavante Hernán Barcos, a pedido do técnico Carlos Bianchi. Segundo a rádio América de Buenos Aires, o clube argentino já teria até conversado com o camisa 9. O capitão gremista, porém, negou o contato, ainda que tenha admitido que ficou lisonjeado com o interesse do clube portenho.

“É muito lindo ter esse tipo de reconhecimento. É muito bom, dá moral, um treinador como esse (Carlos Bianchi). Fiquei sabendo disso pela imprensa, até falei com o meu empresário, mas ele também não recebeu nada”, contou o camisa 9.

Barcos ainda demonstrou descontentamento com algumas informações que saíram no seu país e garantiu o desejo de seguir no Grêmio. “Se fala muito, li no Twitter que eu tinha dito que iria correndo para lá. Tem que ter um pouco de respeito. Estou tranquilo, estou muito feliz com o Grêmio e espero seguir aqui fazendo o meu melhor”, garantiu.

Boca mira Barcos desde o ano passado

Barcos é um antigo sonho do técnico xeneize Carlos Bianchi. No começo da atual temporada argentina, em junho de 2013, o centroavante gremista era o primeiro da lista do treinador, mas o fato de o jogador ter sido comprado pelo Grêmio junto ao Palmeiras poucos meses antes afastou o Boca, que fechou com Emanuel Gigliotti, que atuava no Colón.

Com 30 anos, Barcos atuou pouco no futebol argentino. Iniciou a carreira no Racing, mas não teve muitas oportunidades no clube de Avellaneda. O centroavante ainda teve uma pequena passagem pelo Huracán. Questionado sobre um desejo de atuar em seu país, o camisa 9 gremista disse que no momento pensa apenas em ajudar o Grêmio a se recuperar no Brasileiro. “Muito difícil falar que tem na cabeça para o futuro. Hoje, na situação que a gente está, quero fazer o melhor para o Grêmio. Não tenho pensado em outra coisa que não seja o Grêmio”, afirmou.

Bookmark and Share


TAGS » Grêmio, Futebol, Esporte