Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 10/05/2014
  • 20:22
  • Atualização: 22:08

Inter vence de virada e dorme na liderança do Brasileirão

D'Alessandro e Alan Patrick garantiram o triunfo do Colorado por 2 a 1 sobre o Atlético-PR

Inter venceu o Atlético-PR de virada no Beira-Rio | Foto: Ricardo Giusti

Inter venceu o Atlético-PR de virada no Beira-Rio | Foto: Ricardo Giusti

  • Comentários
  • Laion Espíndula / Correio do Povo

O Inter obteve um importante resultado contra o Atlético-PR na tarde deste sábado, no estádio Beira-Rio, diante de mais de 33 mil torcedores. Em rodada válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, o Colorado não se assustou com o gol do adversário e conseguiu a virada, vencendo a partida por 2 a 1 – gols de D’Alessandro e Alan Patrick. Com o resultado, o grupo do técnico Abel Braga dorme na liderança da competição nacional.

É a melhor arrancada do Inter nos últimos tempos. Invicto na competição, a equipe colorada chega aos 10 pontos na tabela – com aproveitamento de 83%. Para continuar em primeiro lugar, o clube torce por fracasso do Cruzeiro, que enfrenta o Atlético-MG, e do Corinthians, cujo duelo é com o São Paulo. O time vermelho dá uma parada no Brasileirão agora e foca para o jogo da volta contra o Cuiabá, pela Copa do Brasil, nesta quarta-feira, às 22h.

Início morno no Beira-Rio

O primeiro tempo foi morno no estádio Beira-Rio. Desde o primeiro minuto o Atlético-PR deixou claro que sua estratégia seria defender-se e buscar apenas as jogadas rápidas de contragolpe. Já o Inter teve a iniciativa e dominou a posse de bola. No entanto, criou poucas situações de gol.

O Atlético se posicionou atrás da linha da bola desde o começo do jogo. O Colorado atuava no campo adversário, mas não conseguia rodar a bola e pecava muito no último passe. Tanto que a primeira chance ocorreu somente aos nove minutos. Numa bela jogada do meia Alex, Aránguiz ficou na cara do goleiro. O chileno acionou Rafael Moura no lado, mas o árbitro marcou impedimento.

O Inter chegou com qualidade na marca dos 12 minutos. D'Alessandro recebeu na meia direita e mandou de canhota. A bola passou perto do gol. Se a dificuldade era grande para chegar, Alex resolveu concluir de longe. Na finalização do meia, a bola quicou e bateu no peito do goleiro Weverton. E quase que os colorados marcaram no rebote.

O ímpeto ofensivo colorado começou a diminuir com o tempo. O Atlético aproveitou um erro no meio e armou contra-ataque perigoso aos 27 minutos. O atacante Marcelo partia sozinho em direção ao gol, mas Paulão se recuperou e desarmou o oponente de carrinho.

As chances ficaram raras até o final do primeiro tempo. Aos 31, Rafael Moura foi lançado em velocidade, mas o goleiro do Atlético saiu da meta e deu uma bicuda para o lado. No final, Alex ainda disparou uma bomba e a pelota passou perto da meta.

Atlético abre o placar, mas Inter vira

O cenário mudou completamente no segundo tempo. O Furacão se arriscou mais depois do intervalo, deixando o jogo mais aberto. O Colorado melhorou na articulação e chegou com perigo em vários momentos. Os visitantes assustaram o Inter com um gol no início do segundo tempo. Aos seis minutos, a defesa colorada bateu cabeça e deixou o meia Marcos Guilherme dominar a bola na frente do goleiro Dida. Com categoria, ele colocou a pelota no fundo das redes.

Mas a comemoração atleticana não durou muito. Dois minutos depois D'Alessandro arrancou o empate. O camisa 10 pegou a bola na direita e concluiu cruzado. A bola foi no canto e o goleiro não alcançou - 1 a 1.

A resposta do Furacão ocorreu na marca dos 10 minutos. Ederson e Paulinho tentaram duas vezes. Mas a bola bateu sempre na defesa colorada. A partir daí, o Colorado foi ao ataque e pressionou muito o adversário. Aos 14, D'Ale meteu um petardo do meio da rua. Weverton fez defesa parcial e a bola sobrava para Aránguiz. Só que o auxiliar marcou impedimento. Na sequência, Alex ingressou na área pela esquerda e bateu forte no canto. O goleiro salvou o Furacão.

A defesa adversário não conseguiu segurar o bombardeio colorado. Aos 21 minutos, Alan Patrick marcou um golaço e comandou a virada. O meia dominou a bola na meia-lua e a colocou no ângulo. Sem chance para o arqueiro – 2 a 1. Patrick ainda tentou uma boa conclusão a 28 minutos, mas o goleiro segurou a bola. Com o resultado recebe pela esquerda e, mais uma vez, solta a bomba. Dessa vez, porém, Weverton consegue salvar. Escanteio.

Com o resultado favorável, o time de Abel passou a controlar as ações do oponente e dominar o meio-campo. O Atlético até tentou. No final, Natanael cobrou o escanteio e Sueliton errou uma bicicleta na pequena área. Nos acréscimos, o goleiro do Furacão foi para a área adversária, mas não conseguiu o empate.

Brasileirão - 4ª rodada

Inter 2
Dida; Gilberto, Paulão (Ernando), Juan, Fabrício; Willians, Alex, Aránguiz, D’Alessandro; Alan Patrick (Otávio) e Rafael Moura (Wellington Paulista). Técnico: Abel Braga.

Atlético-PR 1
Weverton; Sueliton, Léo Pereira, Cleberson, Natanael; Otávio (Felipe), Deivid, Paulo Dias, M. Guilherme; Ederson (Bruno Mendes) e Marcelo (Mosquito). Técnico: M. A. Portugal.

Gols: Marcos Guilherme (6min/2ºT); D'Alessandro (8min/2ºT) e Alan Patrick (21min/2ºT).
Cartões amarelos: Alex, Willians, Aránguiz (I); Deivid (A).

Árbitro: Sandro Meira Ricci.
Local: estádio Beira-Rio.

Público: 33.683.
Renda: R$ 1.032.555,00.


Bookmark and Share