Porto Alegre, domingo, 26 de Outubro de 2014

  • 13/05/2014
  • 17:54
  • Atualização: 18:31

Rafael Moura revela que ficou com a Taça Lupicínio Rodrigues

Prêmio foi oferecido pela Prefeitura ao campeão gaúcho e havia desaparecido durante comemoração

Rafael Moura revela que ficou com a Taça Lupicínio Rodrigues | Foto: Fabiano do Amaral

Rafael Moura revela que ficou com a Taça Lupicínio Rodrigues | Foto: Fabiano do Amaral

  • Comentários
  • Laion Espíndula / Correio do Povo

O mistério do sumiço da Taça Lupicínio Rodrigues, entregue pela Prefeitura de Porto Alegre ao campeão gaúcho deste ano, foi resolvido nesta terça-feira. O centroavante Rafael Moura contou que o troféu em homenagem ao centenário do compositor está na casa de sua mãe, em Belo Horizonte.

O He-Man contou que o prêmio foi entregue a ele. Como havia feito dois gols no primeiro Gre-Nal da final do Gauchão, o jogador achou que a taça era para ele e, no meio da festa, comunicou que ficaria com o objeto. Ele descobriu que a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) estava atrás do prêmio por meio da imprensa.

“Eu estava assistindo alguns esportes hoje e fiquei sabendo da história. Daí liguei para o Jorge Macedo (executivo de futebol do Inter) e disse que a taça estava na minha casa”, relatou, rindo. “Na hora da premiação, eles entregaram para o D'Ale o troféu oficial do Gauchão e a outra taça entregaram para mim. Levei par o vestiário e falei que ia ficar com ela, pelos dois gols no primeiro jogo. Acho que por causa da euforia, ninguém entendeu”, acrescentou.

Centroavante vai pedir taça de volta

Moura garantiu que vai entregar a taça para o clube, mas já pensa em pedi-la de volta. “Dei para a minha mãe. Muitos comentaram que o Inter estaria desdenhando a taça porque era do compositor que fez o hino do Grêmio. Mas não, foi algo que passou despercebido. Por tudo, pela história, vou pedir para ela ficar comigo”, disse.

Bookmark and Share


TAGS » Futebol, Inter, Esporte