Correio do Povo

Porto Alegre, 22 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
10ºC
Amanhã
13º 24º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Grêmio

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

21/05/2014 23:53 - Atualizado em 22/05/2014 00:53

De virada, Grêmio bate o Botafogo por 2 a 1

Com vitória, Tricolor pula para a vice-liderança do Campeonato Brasileiro

Maxi saiu do banco de reservas para garantir a vitória do Grêmio
Crédito: Lucas Uebel / Grêmio / CP

O Grêmio superou uma das suas principais dificuldades da temporada, nesta quarta-feira. Precisou buscar o jogo desde o começo, após sair atrás do placar, mas virou sobre o Botafogo e saiu do estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, com o placar de 2 a 1, graças a Rodriguinho e Maxí Rodríguez.

Com o resultado, o Tricolor atinge 13 pontos e divide a liderança em pontos com o Cruzeiro após a terceira vitória consecutiva. O Botafogo amarga a 17ª posição na zona do rebaixamento, com quatro pontos. No próximo sábado, o time de Enderson Moreira tenta manter o embalo diante do São Paulo, no Morumbi.

Botafogo surpreende e abre o placar


O plantel gremista começou o primeiro tempo tentando atacar forte, inclusive com uma cabeçada de Alán Ruíz logo no primeiro minuto. O problema é que, logo em seguida, uma grande jogada do estreante da noite Carlos Alberto fez surgir o gol do Botafogo.

Logo aos cinco minutos, o meia fez grande jogada, driblou dois marcadores. A zaga do Grêmio foi toda em Emerson Sheik e acabou perdida na assistência de Carlos Alberto. Ele rolou para Zeballos que, com o gol à disposição, tirou de Marcelo Grohe para anotar 1 a 0.

A partir daí, o time carioca fechou sua marcação e especulou nos contragolpes, dificultando a vida do Tricolor. Aos 14 minutos, Alán Ruíz disparou o primeiro chute a gol, mas de muito longe e fácil para a defesa do goleiro. Aos 20, o argentino voltou a levar perigo. Ele driblou três marcadores e foi parado em falta. Na cobrança, ao lado esquerdo da área, ele chutou forte de trivela para linda defesa do goleiro Renan.

Tricolor pressiona até empatar

Perigo voltou a rondar a meta tricolor, no entanto, aos 28 minutos. Edilson surpreendeu na cobrança de falta. Com pouco ângulo no lado direito, ele mandou uma marretada no canto direito, mas Marcelo Grohe conseguiu tirar de soco. No escanteio, Carlos Alberto cabeceou livre na área, mas acertou as costas de Rhodolfo, o que evitou o segundo gol.

Aos 37, um voleio de Alán Ruiz na entrada da área tinha endereço certo, mas a bola explodiu na zaga. Aos 43, no entanto, o Grêmio finalmente achou o empate. Pará ganhou na direita, correu para a linha de fundo e cruzou na entrada da área para Barcos. O Pirata escorou para Rodriguinho que chutou de chapa, rasteiro. A bola acelerou no gramado molhado e entrou no canto direito.

Máxi entra e define a vitória

A segunda etapa começou em ritmo muito forte por parte do Grêmio. Logo aos sete minutos, Breno escapou na esquerda, tomou a responsabilidade e chutou com pouco ângulo, perdendo o gol por pouco. No lance seguinte, Alán Ruiz dominou a bola que sobrou na área, atrapalhou-se um pouco para o chute, mas mandou para o gol. Só que Renan caiu bem no meio para defender.

O Botafogo tentou responder com Gegê, que entrou no lugar de Carlos Alberto. Ele recebeu na intermediária e disparou um chutaço de lá mesmo, mas passou em tiro de meta pela direita.

Enderson colocou o time para cima, trocando Ramiro e Rodriguinho para a entrada de Zé Roberto e Máxi Rodriguez. A troca deu resultado imediatamente. Zé Roberto lançou o uruguaio na frente da área, ele driblou dois marcadores com um toque rápido e chutou colocado no canto direito, virando a partida com um golaço. Na sequência, Edinho entrou no lugar de Dudu para segurar o resultado e os três pontos.

Brasileirão - 6ª rodada


Grêmio 2
Marcelo Grohe; Pará, Werley, Bressan e Breno; Ramiro (Zé Roberto) e Riveros; Rodriguinho (Maxi Rodríguez), Alan Ruíz e Dudu (Edinho); Barcos. Técnico: Enderson Moreira.

Botafogo 1
Renan; Edilson, Bolívar, André Bahia e Junior Cesar; Airton, Gabriel (Sassá), Bolatti e Carlos Alberto (Gegê); Zeballos (Wallyson) e Emerson. Técnico: Vagner Mancini.

Cartões amarelos: Alan Ruíz e Barcos (G); Carlos Alberto, Emerson, Gabriel (B)
Gols: Zeballos (5min/1ºT), para o Botafogo; Rodriguinho (43min/1ºT) e Maxi Rodríguez (36min/2ºT)
Local: Alfredo Jaconi.
Arbitragem: Flavio Rodrigues de Souza (SP), com Kleber Lucio Gil (Fifa-SC) e Marcio Luiz Augusto (SP).


Bookmark and Share

     Ouça o áudio: Ouça os gols da partida


Fonte: Bernardo Bercht / Correio do Povo






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.