Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 29/05/2014
  • 20:47
  • Atualização: 20:50

Beira-Rio passa por nova simulação para Copa do Mundo

Em manobra com Exército e Marinha, tanques foram posicionados próximo ao estádio

  • Comentários
  • Hygino Vasconcellos / Correio do Povo

O Beira-Rio se tornou novamente palco de mais uma simulação de um ataque terrorista na tarde desta quinta-feira. A manobra começou no início da tarde e se se estendeu até por volta das 17h, dentro do estádio. O acesso à imprensa não foi permitido.

A assessoria de imprensa do Centro de Coordenação de Defesa de Área (CCDA) observou que o exercício é continuação do realizado na quarta-feira e informou que a manobra desta quinta-feira envolvia uma atividade com arma de fogo. O estádio Beira-Rio ficou totalmente isolado, com tanques de guerra posicionados no entorno do local e no Parque Marinha do Brasil. A atividade reuniu militares de Exército e Marinha e ainda agentes da Polícia Civil e Brigada Militar.

Na quarta-feira, ocorreu uma simulação de ataque radiotivo e químico. Uma bolsa com cloreto de césio e dimetilamina foi deixada em um dos portões de acesso do Beira-Rio, contaminando 30 pessoas – entre torcedores e segurança. Todos foram atendidos por profissionais da Força Estadual de Saúde, que contou com apoio do Corpo de Bombeiros, Exército, Samu e outros órgãos. Um deles foi levado de helicóptero para atendimento médico.

Bookmark and Share