Correio do Povo

Porto Alegre, 31 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
13º 23º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Grêmio

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

05/06/2014 23:48 - Atualizado em 06/06/2014 00:01

Grêmio conta com Ramiro e Bressan até o fim do ano, após vender percentual

Jogadores estão valorizados, mas dirigentes mantêm confiança de manter o grupo

Jogadores estão valorizados, mas dirigentes mantêm confiança de manter o grupo<br /><b>Crédito: </b> Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação CP
Jogadores estão valorizados, mas dirigentes mantêm confiança de manter o grupo
Crédito: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação CP
Jogadores estão valorizados, mas dirigentes mantêm confiança de manter o grupo
Crédito: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação CP

Quando passava pelas situações mais complicadas na parte financeira do primeiro semestre, o Grêmio recorreu a um expediente normal entre os clubes e vendeu parte dos direitos econômicos do volante Ramiro e do zagueiro Bressan. Ambos, porém, devem ficar pelo menos até o final do ano no clube gaúcho, apesar das especulações sobre assédio do mercado europeu, por terem passaporte.

O Tricolor comercializou 50% dos direitos econômicos de cada um para ter fluxo de caixa e conseguir manter o elenco com salários em dia. O comprador foi o grupo de Kia Joorabchian e Giuliano Bertolucci. Ambos, porém, não sinalizaram até o momento que a dupla pode deixar o clube na janela de transferências que se abre entre julho e agosto.

"Os investidores não sinalizaram nada para nós que ambos não estarão conosco. Contamos com eles", relatou o assessor de futebol Marcos Chitolina. Ambos os jogadores vivem situações diferentes. Ramiro tem contrato até o final de 2016 com o Tricolor gaúcho. Só que Bressan tem vínculo até o final de 2015. Por isso, o seu empresário, Lipatin, vê como até "provável" uma saída nesta janela. No mesmo período no próximo ano, o defensor poderá assinar um pré-contrato com qualquer equipe, sem que os investidores sejam ressarcidos. E o período de negociações mais quente é entre julho e agosto. Em janeiro, as contratações acabam sendo mais pontuais nos clubes europeus.

Na segunda-feira, o presidente gremista, Fábio Koff, afirmou que o futebol havia transformado R$ 500 mil em 12 milhões de euros (R$ 37 milhões). Parte desse montante é das negociações dos direitos da dupla, contratada em um pacote do Juventude. Além deles, também estão na conta a venda de Alex Telles e Wendell.


Bookmark and Share

Fonte: Lancepress





» Tags:Grêmio Futebol

O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.