Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 16/06/2014
  • 21:01
  • Atualização: 22:35

EUA estreiam com vitória e gol mais rápido da Copa

Americanos aplicaram 2 a 1 sobre Gana em partida de muita velocidade na Arena das Dunas

Americanos aplicaram 2 a 1 sobre Gana em partida de muita velocidade na Arena das Dunas | Foto: Carl de Souza/AFP/CP

Americanos aplicaram 2 a 1 sobre Gana em partida de muita velocidade na Arena das Dunas | Foto: Carl de Souza/AFP/CP

  • Comentários
  • Lancepress

Os Estados Unidos fizeram o gol mais rápido da Copa do Mundo até aqui, sofreram pressão de Gana até o empate, mas conseguiram definir o 2 a 1 nos minutos finais da partida desta segunda-feira. A torcida na Arena das Dunas, em Natal (RN) acompanhou um jogo disputadíssimo, com os ganeses tendo mais volume de jogo, mas pecando na finalização, quesito que os rivais exerceram com perfeição para vencer.

Na segunda rodada do grupo G, a seleção dos Estados Unidos vai encarar Portugal, de Cristiano Ronaldo, no domingo, às 19h, na Arena da Amazônia, em Manaus. Já os africanos encaram a favorita Alemanha, que estreou vencendo por 4 a 0. A partida será no sábado, às 16h, no Castelão, em Fortaleza.

O jogo começou a mil por hora. Logo no primeiro ataque, o capitão americano Dempsey recebeu de Jones após rápida jogada na cobrança de lateral, driblou o zagueiro e bateu cruzado para abrir o placar com apenas 28 segundos de jogo. Foi o sexto gol mais rápido da história das Copas. O ritmo acelerado foi mantido, agora por Gana que buscava o empate  com jogadas pela direita e lançamentos longos para Gyan.

A má notícia para os americanos foi a lesão do atacante Altidore, que arrancou na ponta e sentiu a coxa esquerda imediatamente. A lesão parece ter sido séria e pode até tirar o jogador da competição. No último lance de perigo do primeiro tempo, Atsu rolou para Jordan Ayew, que estava bem colocado, mas pegou muito mal na bola e não conseguiu o empate.

Gana ficou ainda mais perigosa após a entrada de Boateng no meio. O time passou a trabalhar mais a bola e conseguiu chegar com perigo também colocando a bola no chão. Quando os laterais ou o atacante Atsu avançavam pelas pontas, o time levava perigo ao gol de Howard.

Dos 25 minutos até o fim do segundo, a equipe ganesa passou a sobrar fisicamente e martelou os americanos até chegar ao empate, com André Ayew, aos 36. Quando todos pensavam que os africanos partiriam para buscar a virada, uma bola parada decidiu o jogo. Aos 40, Brooks subiu mais que todo mundo na área após escanteio e marcou de cabeça o gol da vitória.







Bookmark and Share