Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 18/06/2014
  • 14:50
  • Atualização: 14:30

Holanda supera raça da Austrália para vencer no Beira-Rio

Australianos ensairam zebra e chegaram a liderar o placar, mas tomaram virada por 3 a 2

Holanda supera raça da Austrália para vencer no Beira-Rio | Foto: William West / AFP / CP

Holanda supera raça da Austrália para vencer no Beira-Rio | Foto: William West / AFP / CP

  • Comentários
  • Bernardo Bercht/Correio do Povo

A Holanda teve de batalhar muito pela vitória contra a Austrália nesta quarta-feira no Beira-Rio. Os chamados "Socceroos" quase aplicaram um zebraço e chegaram a estar na frente do placar, calando os holandeses no estádio, mas Van Persie, Robben e companhia fizeram valer seus grandes nomes para definir o 3 a 2 de virada. O resultado mantém holandeses na liderança do Grupo B, com seis pontos, enquanto australianos seguem zerados, mas ainda com chances matemáticas de classificar.

O primeiro tempo surpreendeu os holandeses e toda a torcida do Beira-Rio. Enquanto se esperava um massacre da poderosa Holanda, os australianos equilibraram o jogo na raça e nos erros do adversário, que pareceu entrar pouco concentrado para a partida.

O jogo

Mas o primeiro lance de perigo foi mesmo holandês. Tommy Oar errou o domínio ao tentar um drible e acabou lançando Robben livre. O craque holandês ia sair na cara do gol, mas tropeçou para sorte dos "Socceroos". Os azarões queriam jogo, no entanto. Aos 15, Mathew Leckie escapou pela direita e achou Bresciano na meia-lua. Ele emendou um chutaço a gol, mas a bola desviou na zaga.

O problema é que não dá para bobear quando se joga contra craques. Aos 20 minutos, Robben roubou bola na intermediária, avançou em velocidade e chutou na saída do goleiro para abrir o placar. Parece, entretanto, que a Austrália também tinha uma carta na manga. Tim Cahill apareceu na área, logo depois da saída de bola, e com o gol mais bonito da Copa igualou o placar. Ele aparou cruzamento de Wilkinson na entrada da área e de voleio mandou a bomba, que ainda bateu no travessão antes de morrer dentro do gol.

Os australianos ganharam moral e quase viraram o placar. Aos 32 minutos, em cruzamento de Leckie, Bresciano chegou na sobra com o gol aberto, mas chutou forte, acima do ângulo esquerdo.

Ritmo intenso sa 2º etapa

Nada da partida diminuir o ritmo na segunda etapa. Logo aos 9 minutos, pênalti para a Austrália. Bozanic entrou no lugar de Bresciano e, em sua primeira jogada, cruzou bola que bateu na mão do jogador da Holanda. Mike Jedinak cobrou e anotou o 2 a 1 que fez explodir os gritos no estádio. Mas a comemoração durou pouco, pois quatro minutos depois Van Persie mandou a bola para a rede, no 2 a 2 da Holanda.

Foi a vez da Laranja Mecânica embalar. Aos 23 minutos veio nova virada, depois da Austrália perder uma chance incrível, com Leckie mandando de peito no peito do goleiro holandês. No contragolpe, Memphis Depay recebeu na frente da área e chutou de três dedos para superar Maty Ryan.

Mesmo com a vantagem, o jogo seguiu dificílimo para os favoritos. A Austrália chegou a ameaçar novo empate com Leckie, ao cobrar falta aos 35 minutos e inclusive mostrou mais preparo para correr toda a reta final da partida. Mas ter mais perna e disposição foi pouco e os holandeses cadenciaram para manter a vitória.

Copa do Mundo - Fase de Grupos


Austrália 2
Ryan, McGowan, Wilkinson, Špiranovic e Davidson; Leckie, Mckey, Bresciano (Bozanic), Jedinak e Oar (Taggart); Cahill (Haloran). Técnico: Ange Postecoglou.

Holanda 3
Cillessen, Janmaat, Vlaar, De Vrij e Bruno Martins (Depay); De Jong, De Guzman (Wijnaldum), Blind e Sneijder; Robben e Van Persie (Lens). Técnico: Louis Van Gaal.

Gols: Robben, 20'/1ºT; Cahill, 21'/1ºT; Jedinak, 9'/2ºT; Van Persie, 11'/2ºT; Depay, 21'/2ºT.

Árbitro: Djamel Haimoudi (ARG)
Assistentes: Redouane Achik (ARG) e Abdelhak Etchiali (ARG)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Confira os melhores momentos do jogo:






Bookmark and Share