Porto Alegre, sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

  • 18/06/2014
  • 17:54
  • Atualização: 14:31

Espanha é eliminada da Copa do Mundo

Atual campeã mundial perdeu para o Chile por 2 a 0 no Maracanã e deu adeus ao Mundial

Espanha caiu na primeira fase | Foto: Lluis Gene / AFP / CP

Espanha caiu na primeira fase | Foto: Lluis Gene / AFP / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A Espanha, atual campeã mundial, foi eliminada da Copa do Mundo na tarde desta quarta-feira, no Maracanã, ao perder por 2 a 0 para o Chile. A geração vitoriosa de Casiilas, Iniesta, Xavi, e demais comandados de Vicente Del Bosque (foram bicampeões europeus e campeões mundiais em 2010) arrumam suas malas para retornar para Madri. Depois de serem goleados de forma impiedosa na primeira rodada para a Holanda, a seleção espanhola, que precisava vencer o Chile mostrou apatia e, de novo, com Casillas, falhando, acabou derrotada e eliminada da competição. Os gols do Chile, marcados no primeiro tempo foram anotados por Vargas e Aránguiz. Os espanhoís deixam o Brasil sem nenhum ponto e com saldo de -6.

Chile e Holanda dividem a liderança do Grupo B em pontos, seis para cada equipe. Os holandeses estão na frente no saldo de gols.

Na última rodada, a Espanha enfrenta a Austrália, também eliminada e a Holanda pega o Chile. Robben e cia jogam por um empate com os chilenos para terminarem em primeiro lugar. Cabe lembrar que o segundo colocado deste grupo pega o primeiro do grupo do Brasil.

O jogo
No time de Vicente Del Bosque, apenas uma única ocasião criada em 45 minutos de jogo. Na segunda etapa, Busquests perdeu um gol inacreditável. Nem a troca de passes funcionou. A última bola sempre chegava errada para Diego Costa. Pobre de Iniesta, o maestro que não tinha uma batuta para reger a orquestra.

Do outro lado, um Chile com sangue nos olhos pelo hino cantando à capela. Cada titular correndo pelos torcedores que lotaram as ruas do Rio de Janeiro e as tribunas do Maracanã. Um verdadeiro clima de Copa Libertadores. Aos 19 minutos, numa bola roubada no meio de campo, Aránguiz passou para Vargas soltar o grito de gol.

A Roja chilena seguiu mordendo e marcando forte os armadores do time adversário. A Roja espanhola foi à lona e não levantou mais. O experiente Casillas rebateu falta de Vidal nas mãos de Aránguiz, que teve tempo de ajeitar e furar a cidadela europeia.

O Chile segue forte no Mundial e pode até encontrar o Brasil logo de cara no mata-mata. A Espanha... Bem, a Copa para os atuais campeões parece que não começou. E nem começará...






Bookmark and Share