Porto Alegre, sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

  • 25/06/2014
  • 14:51
  • Atualização: 16:53

Bósnia se despede da Copa com vitória sobre Irã

Placar de 3 a 1 na Arena Fonte Nova foi construído com gols de Dzeko, Pjanic e Vrsajevic

Bósnia se despede da Copa com vitória sobre Irã  | Foto: Javier Soriano / AFP / CP

Bósnia se despede da Copa com vitória sobre Irã | Foto: Javier Soriano / AFP / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo e Lancepress

A seleção da Bósnia se despediu com honra da Copa do Mundo ao vencer o Irã por 3 a 1 na tarde desta quarta-feira na Arena Fonte Nova, em Salvador. Os gols da partida foram marcados por Dzeko, Pjanic e Vrsajevic. Reza Gucci descontou para os iranianos, que perderam a chance de fazer história e passar para a segunda fase do Mundial. Com o resultado, a seleção do Oriente Médio ficou na lanterna do Grupo F, com apenas um ponto somado.

Mesmo sabendo da eliminação precoce, a Bósnia não mudou sua postura e jogou pra cima do adversário. Ao contrário dos iranianos que mesmo precisando do resultado apostaram em jogar fechados contando com o rápido contra ataque, geralmente puxado por Reza Gucci.





O jogo

O Irã começou a partida indo pra cima da Bósnia, logo no primeiro minutos, Hajisafi caiu dentro da área e ficou pedindo pênalti, o árbitro nada marcou. Depois desse lance o instinto da seleção iraniana voltou para a defesa, assim como nas outras duas partidas da equipe no Mundial. A seleção da Bósnia chegou a ter 73% de posse de bola no primeiro tempo, enquanto os asiáticos apostavam em um contra ataque rápido para surpreender os europeus.

Aos 22 minutos do primeiro tempo, após muito rondar a área iraniana, o craque da seleção da Bósnia, Edin Dzeko, arriscou de fora da área e abriu o placar, fazendo justiça pela a boa atuação dos bósnios na primeira etapa.

No segundo tempo, Carlos Queiroz, técnico do Irã, mudou a equipe, tirou Masoud e colocou Heydari, a mudança melhorou a equipe que se soltou um pouco mais e passou a buscar mais o ataque. Porém a inocência dos zagueiros do Irã falou mais alto, aos 15 minutos Pjanic se aproveitou de uma falha na defesa iraniana para bater na saída de Haghighi ampliando o placar para os europeus.

Já na parte final do jogo, após levantamento para área, a zaga da Bósnia afastou mal e a bola sobrou para Housseini, que cruzou para Reza Gucci, sozinho apenas empurrar para o gol, descontando para os asiáticos. Logo no lance seguinte veio o golpe final. Vrsajevic recebeu na entrada da área e bateu no canto esquerdo de Haghighi, fechando o placar em 3 a 1 para a Bósnia.

Grupo F

Bósnia 3

Begovic, Vrsajevic, Spahic, Kolasinac, Besic, Pjanic, Ibisevic, Dzeko (Visca), Susic (Salihovic), Sunjic, Hadzic (Vranjes). Técnico: Safet Susic.

Irã 1
Haghighi, Hajisafi (Alireza), J. Hosseini, Amirhossein, Nekounam, Masoud (Heydari), Andranik, Montazeri, Reza Gucci, Dejagah (Karim), Mehrdad. Técnico: Carlos Queiroz.

Gols: Dzeko, 22'/1ºT; Pjanic 14'/2ºT; Reza Gucci 37'/2ºT; Vrsajevic 38'/2ºT.

Árbitro: Carlos Velasco Carballo (ESP)
Auxiliares: Roberto Alonso Fernandez (ESP), Juan Yuste (ESP)




Bookmark and Share