Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 19/02/2012
  • 20:15
  • Atualização: 20:26

Calorão intenso favorece temporais no Rio Grande do Sul

Estado completou no domingo o terceiro dia seguido com máximas acima dos 40°C

  • Comentários
  • MetSul

Temporais, alguns até muito fortes, atingiram pontos isolados do Estado no final da tarde e na noite deste domingo após um dia escaldante. Nesta segunda, o sol aparece com nuvens no Rio Grande do Sul, mas o calor muito intenso volta a favorecer a formação de nuvens carregadas da tarde para a noite que trazem pancadas isoladas e em alguns setores temporais de chuva torrencial, rajadas de vento e granizo.

Segue muito quente no Estado. Apesar das máximas desta segunda hoje não atingirem os valores tão extremos de domingo na maioria dos municípios, o calor deve seguir muito intenso com acentuado desconforto. Em Porto Alegre, a temperatura deve variar entre 25°C e 38°C.

Calor atinge níveis históricos no Estado

O Rio Grande do Sul completou no domingo o terceiro dia seguido com máximas acima dos 40ºC. Apesar da máxima no Estado no domingo de 41,0ºC ter sido inferior à registrada na tarde de sábado em Santa Rosa de 41,6ºC, o calor foi pior que o da véspera na maioria das cidades gaúchas.

Não houve a quebra dos recordes absolutos de máximas do Estado de 42,6ºC (1917 e 1943) e de 40,7ºC em Porto Alegre (1943), mas em vários municípios o calor ontem superou os extremos de algumas séries históricas. A máxima do Inmet até 16h de 38,3ºC na Capital, por exemplo, superou a mais alta temperatura em fevereiro na cidade da série 1961-1990 de 37,9º C em 15 de fevereiro de 1975.

Em Rio Grande, onde o calor de 39,3ºC impressionou, a máxima do domingo não superou o recorde de 41,2ºC de 1943, mas bateu o extremo em fevereiro do período 1912-1949 de 37,0ºC (1947) e de 38,0ºC da série 1945-1974. Outra cidade em que a máxima de ontem superou o extremo de calor em fevereiro da série 1945-1974 foi Uruguaiana. A estação de Quaraí está inoperante, mas no lado uruguaio o registro de 40,4ºC do domingo bateu em Artigas o máximo da série 1971-1990 de 39,9ºC.


Bookmark and Share